depoimentos
depoimento de fumantes

anônimo

23/09/2017

adoro

Adoro fumar

anônimo

01/09/2017

voltei

Após 2 anos voltei a fumar. Desesperada.

luzes

15/08/2017

sem discriminação

Amigos, sou um homem sem religião mas de muita fé e queria compartilhar minha visão. Sou usuário à 22 anos.
Creio que todos desejamos paz e liberdade para usufruir de nossa existência sem medos ou culpa.
Existe muito preconceito e hipocrisia no ar, temos de iluminar nossa consciência. Nos espelhamos muito naqueles que nos cercam, criamos a realidade de acordo com nossa reação às vibrações do ambiente. Assisto essa geração em busca de uma saúde perfeita mas sem a noção do que nos cerca.
O consumo de qualquer coisa pode ter efeitos negativos ou positivos na vida, depende de nossa reação. Acredito que o mal se aloja em nossa consciência e depende somente de nós escolhermos o que faz ou não faz mal. Amigos, amem a si mesmos e respeitem uns aos outros sem discriminação.
Liberdade acima de tudo.

anônimo

06/08/2017

blá blá blá

Simplesmente comecei a fumar sério há alguns meses cerca de 7 cigarros por dia. Hoje já não vejo graça em acender um cigarro pois creio estar com dpoc (doença pulmonar obstrutiva crônica) consultei um médico que disse que nas primeiras 72 horas largar o cigarro e quase dar oxigênio de novo ao seu pulmão. Eu sei que fumar e ótimo excelente para os que são nervosos e altamente hiperativos mas tem outras coisas que podem causar menos danos à sua saúde. Hoje me arrependo de ter fumado mas se eu fosse ler esse texto alguns dias atrás eu riria bastante e diria "que babaca" mas hoje sei que o cigarro não é algo bom causa danos demais para os poucos benefícios que ele traz além do que eu não respiro direito não entra ar nos meus pulmões por mais que eu respire não tem ar algum tudo isso desenvolvi em meses!!!

universitário

20/07/2017

cigarro de palha e vinho

Senhores e senhoras serei breve, não é uma história mas sim um comentário. Desconheço algo mais prazeroso depois de um dia trabalho (estudo no meu caso) que um bom cigarro de palha e um suave cálice de vinho. Esse é meu ritual de quase todos os dias para encerrar expediente. Claro que sei dos problemas em fumar, também sei que não desejo parar, então, pra dar uma balanceada, eu costumo praticar corrida nos fins de semana.

anônimo

26/06/2017

sensação horrível

Devido ao estresse que tive devido à faculdade, decisões na vida, pressões da sociedade e da vida solitária em si, resolvi tomar a decisão imbecil de fumar. Eu sempre odiei essa porcaria pelo fedor e por ficar doente na infância devido ao fumo passivo. Mesmo assim resolvi buscar um meio de amenizar a minha dor com essa droga. Na adolescência, fumava qualquer chá que tinha em casa por mera curiosidade e conseguia fazer uso eventual da mesma forma que o álcool na vida adulta, procurei o cigarro. Achava que o de palha por ser natural não traria nenhuma consequência, mas me enganei.
Estou na minha primeira carteira e já sinto aquela fissura. Uma ansiedade que não tem fim. Sensação horrível esta. Qualquer pressão é um gatilho pra eu querer fumar. Não nego: fumar é maravilhoso e deixa tudo + leve.

anônimo

22/06/2017

queria nunca ter começado

Eu fumo desde os 14 anos até os 31, acompanhando uma caipirinha no fim de semana. Aos 15 anos, botei um cigarro na carteira indo para o colégio e, no final, quando pensei em fumar na rua, joguei fora e jurei que não faria isso comigo. E foi assim mesmo: o tempo passou eu eu nunca tinha levado cigarro para o trabalho. Se tivesse um chopp depois, eu comprava na ida. Até que eu entrei em depressao profunda e o cigarro virou minha cia diaria. Comecei com 4 por dia e estava satisfeita. Foi aumentando e cheguei a 13, 15 por dia e comecei a me sentir uma merda: fedendo, sempre ansiosa pelo cigarro e agoniada de ficar longe dele. O que antes era um alívio virou a causa da ansiedade e me sinto culpada. Hoje taquei um adesivo de nicotina e estou passando mal. Ainda bem. Queria nunca ter conhecido o infeliz.

anônimo

20/06/2017

quero parar
Fumo desde os 13 anos hoje tenho 28 anos e preciso parar de fumar. Comecei no colégio com ´amigas´ e desde então não consigo parar, me dá febre, ansiedade etc...

anônimo

23/05/2017

doença
Amo fumar e isso me traz paz, meu primeiro maço foi aos 18. Fumei e depois parei, mas de dois anos pra cá sinto a necessidade de fumar a todo momento e tento me policiar, espero que as pessoas que queiram parar possam conseguir, pois nao é fácil.. eu sinceramente não quero parar... abraços... sinto prazer em fumar...

anônimo

03/06/2017

só fumar faz mal?

Deviam fazer campanhas sobre alimentos com agrotóxicos em vegetais, substancias como conservantes e outras contidas muitas nas carnes, leite, etc. A poluição que respiramos? Só fumar faz mal?

anônimo

03/06/2017

sem exageros

Legal esse espaço! Eu fumei dos 16 aos 35 anos, não fumava muito, cerca de 5 cigarros por dia e finais de semana por volta de dez. Me lembro das vezes que queria parar e era pior ainda, dava mais vontade e com as campanhas contra se intensificando me sentia culpado, mal. Um belo dia resolvi que iria parar quando me desse vontade e procuraria não me sentir culpado e com o tempo parei. Nunca disse que fumar era ruim, pelo contrario sempre gostei. Hoje tenho 47 anos e neste mês voltei a fumar um pouco, 2 cigarros por dia. Confesso que foi muito bom. Não sei se vou parar ou não, deixo rolar. Eu penso que tudo que é demais, exagerado, não é bom. Cigarro, comida, bebidas, etc. Com equilíbrio tudo bom sim, eu sinto isso. Depende muito de cada pessoa, e deve ser respeitada.

anônimo

24/05/2017

prazeiroso e relaxante

Olá, comecei a fumar aos 18 anos, mas no início não levei a frente e parei, aos 27 em uma noite me veio uma vontade insana de fumar um cigarro após beber com amigos e então fumei. De lá pra cá não parei mais, associo o cigarro a tudo e sei que faz mal, mas no momento não quero parar, é prazeroso e relaxante, queria ter boas notícias mas não tenho. Fumo 40 cigarros a cada 4 dias e minha vontade só aumenta, mas estou me policiando para diminuir. Gosto dos meus momentos com o cigarro pois me relaxa e além do mais neh gente, é muito prazeroso. Abraço

anônimo

16/04/2017

quero parar (cont)

300 Letras são poucas para descrever uma experiência com o tabagismo,que ironia, queria não ter que precisar de nehuma para descrever que sou fumante :(
Como dizia; É estranho sabermos que isso nos trará tantas consequências gravíssimas no futuro, vemos ao longo dia pessoas com problemas por causa do cigarro, nos hospitais pessoas morrendo de câncer, lamentável. "Preciso ficar doente para perceber que devo parar de fumar?" Como explicar isso? Pois é, é o que eu me pergunto todos os dias. Sou filho de pais que fumaram a vida toda, meu pai não está mais comigo, mas fumou a vida toda, cresci com minha mãe fumando... Hoje ela parou e eu comecei... Não moro com ela, apoio dentro de casa não tenho... O cigarro faz parecer um companheiro destruidor que não enxergamos. Mas, preciso e quero parar. Obg

rennzo

16/04/2017

quero parar

Olá,pessoal!
Sou fumante há 6 anos. Hoje com 24 anos continuo fumando. Comecei a fumar com minha prima, sempre na companhia dela e vendo ela puxar a fumaça para dentro e soprar para fora, nossa, achava aquilo magnífico. Até que que um dia eu pedi ela um trago, ela não quiz me dar, mas eu insisti e disse que ela não estava me influenciando e que eu não iria virar fumante queria apenas ver como era a sensação. Quando dei o primeiro trago eu espirrei, já no segundo, conseguir tragar profundo e soltar, achei maravilhosa aquela sensação (Que idiota). No dia seguinte estava com meu primeiro maço de cigarro. Hoje fumo incessantemente. Penso todos os dias em parar, eu sei o que fazer e como fazer, mas não consigo. O cigarro traz uma sensação de "poder"!

anônimo

28/03/2017

adoro fumar

Adoro fumar. Sinto que minha resistência está péssima mas é muito gostoso fumar. Racionalmente quero ter vontade de parar mas não tenho. Gostaria de parar porque sei que vou ter muito mais disposição. Mas é muiiiito gostoso. Rsrsrs. Preciso me convencer que é melhor parar entendem?

Veronica

27/03/2017

tentando novamente

Já tentei 3 vezes. Recai em todas no terceiro mês. Hoje estou tentando novamente, faz 2 dias. Sozinha. Sem acompanhamento. Fumava 2 carteiras por dia até ontem. Fumo há 42 anos. Tenho 56 hoje.

anônimo

22/03/2017

difícil ser fumante

Boa madrugada ... É muito difícil ser escrava do cigarro. Levo uma vida muito corrida stressante. Sou fumante há 14 anos, minha idade atual 29. A minha dificuldade é parar de fuma de vez. Consegui ficar semamas sem fumar mas voltei a fumar. Tenho dificuldade em relação ao cigarro. Hoje já consigo ver como meu corpo mudou: me sinto cansada, às vezes ofegante e muito cansada mentalmente. Com a bebida sou bem controlada, às vezes bebo bem socialmente quase nada. Mas cigarro são uns 11 por dia. No começo eu achava lindo aquele cigarro no dedo, me sentia uma grande no meu tempo de juventude, mas hoje vejo o mal que está me causando. Hoje venho aqui apenas pra comunicar que já tenho o dia para parar de fuma e esta próximo. Venho relatar minha experiência. Em breve trago notícias. Boa sorte

anônimo

21/03/2017

ditado

Conheci a minha esposa, e somos fumantes, ela fuma mais que eu e eu adoro, o beijo é uma delícia. Tenho um ditado, fumante deve namorar fumante.

anônimo

20/03/2017

grande burrada

Sou um universitário de 20 anos e fumei meu primeiro cigarro com 15 anos, por ver meus amigos fumando. Desde então, eu fumava um cigarro a cada 4 meses, por aí. Entretanto, desde o ano passado em que comprei a minha primeira carteira, tenho fumado quase semanalmente. Li os depoimentos aqui e acho que estou fazendo uma grande burrada com a minha vida. Estou há três semanas sem fumar, procurarei recusar os cigarros que me oferecerem e parar de achar que é cool fazer parte do "rolê fumante". Desejo que todos e todas vocês consigam parar de fumar e terem uma vida mais saudável. Um abraço e gostei muito de ler os depoimentos.

anônimo

16/03/2017

vou parar

Olá amigos. Fumo há 47 anos, comecei e não fiquei um dia sequer sem fumar desde então. Quando tive minha primeira relação sexual eu já fumava uma carteira por dia. Tomo antidepressivos, minha libido está em baixa, estou com disfunção erétil e acho que é por causa do cigarro. Estou louco para parar e ver como é uma relação sexual quando não se está fumando há um bom tempo. Por isso vou parar de qualquer maneira. Não sei como mas vou conseguir. Desejem-me boa sorte, amigos.

anônimo

08/03/2017

falta de apetite

Boa tarde ... Hoje me deparei com a balança e percebi que estou só emagrecendo ...sou noiva e meu noivo diz que estou muito magra e pra que eu melhore minha saude preciso engordar um pouco. Estou me sentindo péssima... ainda não parei de fumar mas essa é uma idéia que não são sai da minha cabeça por que além do mal que o cigarro está me causando a falta de apetite é o que mais está me incomodando. Não tenho apetite, não consigo comer direito. Quando penso o quanto estou me sentindo mal a única coisa que eu tenho vontade é de fumar. Tenho 26 anos, mudei de cidade, estou morando com meu noivo e minha família está longe. Me sinto muito sozinha e meu único consolo é o cigarro... Queria tirar esse vício de mim e não sentir mais essa vontade que está me matando...

anônimo

06/03/2017

tres cigarros ao dia

Não me considero fumante realmente.
Fumo quando estou estressado ou puto com alguma coisa. Atualmente tenho preferencia pelos mentolados como o black. É relaxante o ato de fumar e puxar a fumaça para dentro, especialmente num bar, bebendo cerveja.
Fumo uns tres cigarros num dia de fim de semana. Passo meses sem fumar se estou mais tranquilo.

anônimo

22/02/2017

com fé

Fumo há 17 anos compulsivamente em momentos de lazer, adquiri vários problemas gastrointestinais e esofágico e ainda por cima uma laringite posterior crônica. Estou tentando parar já alguns meses, fico uns quarenta dias e recaio, mas tenho fé que curarei todas as enfermidades e me livrarei de uma vez por todas desse vício prejudicial.

cesar

30/01/2017

é um ato de coragem

Fico triste por estes amigos que se dizem humilhados por fumar. Fumar, atualmente, é um ato de coragem. E de extrema rebeldia. Gostava demais de fumar. Resisti demais em deixar o cigarro. Achava muito exagerados os relatos médicos sobre os malefícios. Mas o medo falou mais alto e parei, não sem ajuda médica. Faz 4 anos. Exceto as relações socias e o fim de pequenos desconfortos, não vi grande melhora. Mas, ainda creio que fiz o correto.

anônimo

23/01/2017

muito difícil

Eu parei de fumar há cinco anos mas não passei um dia sem pensar no cigarro...
Agora estou aqui pra contar que pretendo voltar a fumar. Bem, engordei 20 quilos e sei exatamente por que, sempre me dá uma falta de algo na boca com a sensação de alívio. Fumei 30 anos e nunca fiz mal a ninguém. Parei de fumar pela minha filha e meu marido. Não achei justo uma hora eu ficar doente e eles terem que aguentar as consequências. Agora parece que perdi o medo e me convenci que só vou morrer depois dos 70. Olha é muito mais difícil do que eu imaginava. Queria dar uma boa notícia pra quem está parando mas..... Não se iluda... É uma merda...

anônimo

20/01/2017

blá blá blá

Sou fumante inveterada, já estive em programa do fumo, mas caí na tentação... É muito difícil, precisa muita força de vontade e isso não se vende no comércio!! De fato preciso de ajuda, estímulos para copiar e ter sempre como 1 amigo ao lado.
Aprendi que a água gelada é otima. Você consegue 20 min a mais, só que vou me afogar nela assim... psicologicamente como funcionaria??? Sou muito ansiosa, nervosa, tento manter controle sem sucesso total. Obrigada seja a quem for.

anônimo

19/01/2017

não vale a pena

Sou mulher e tenho 30 anos, e tive hoje uma grande decepção amorosa. O cara que eu amava se afastou de mim por nada. Eu me senti tão angustiada que resolvi dar um fim na vida. Se eu visse alguém contando que começou a fumar por conta disso, eu acharia ridículo, mas hoje eu estava tão pra baixo, tão decepcionada e triste, que comprei uma carteira, um isqueiro, me sentei na beira do cais, e fumei. A sensação foi de alívio imediato, uma coisa reconfortante demais. Mas eu não sei tragar, então entrei pra pesquisar aqui e vi os depoimentos. Vou jogar a carteira fora, não vou me prejudicar e me punir, porque eu não mereço mais esse sofrimento na minha vida. Muita gente parece que fuma pra fugir dos problemas, mas o certo é fazer meditação, rir, ler, orar... Cigarro realmente é burrice.

willer

16/01/2017

promessa para 2017

Sou filho de pais fumantes, odiava o cheiro de cigarro, até que comecei fumar da maneira mais idiota do mundo, aos 15 anos fumando charuto em festinha com amigos, daí foi pro marlborão, pra mostrar pras meninas que eu era o tal, resumindo, tenho 22 anos estou na terceira tentativa para parar com o vicio, reconheço que é muito bom fumar, o que dificulta um pouco deixar o hábito, mas quando posto na balança os malefícios já tem dado seus sinais, amo andar de bike, pedalar livre por aí, e tem dias em que me sinto sem fôlego, talvez seja este a grande promessa pra 2017. No mais parabéns pelo trabalho bem legal desenvolvido aqui no site.

leonardo

07/01/2017

me relaxa

Comecei fumar com 14 anos, sei que fumar tem lá seus malefícios e suas demonizações, mas não me vejo parando tão cedo até mesmo porque gosto de fumar, me relaxa seja em que momento for.

jessica

03/01/2017

quero parar

Tudo começou com uma brincadeira, aos 15 anos. Hoje tenho 23 e perdi meu pai há 9 meses vítima do câncer na garganta causado pelo maldito cigarro. Hoje meu avô também tem esta doença, causada pelo cigarro... Por isso quero parar, quero o cigarro fora da minha vida.

enrique

31/12/2016

nicotina me faz bem

Fumo há coisa de uns 15 anos. Já fiquei 2 anos e meio sem fumar. Adoro o tabaco, aprecio o cachimbo e um bom charuto, e também cigarros de palha. A nicotina me faz bem, raciocino melhor, sinto-me mais aliviado do estresse quando acendo um cigarro, até minha circulação melhora. O bom de tudo é que não preciso mendigar receita médica para ter esse bem-estar por meio de um antidepressivo caro, basta acessar uma boa tabacaria virtual ou ir ao bar da esquina. Acredito que 80% do conteúdo das campanhas antifumo é exagero e atende a interesses de quem quer colocar a indústria fumageira contra a parede para arrancar dela vantagens. Tenho visto fumantes morrer desde os meus 15 anos, todos com mais de 70 anos, será que se não fumassem viveriam até os 150?

anônimo

29/12/2016

stent

No dia 03/12 eu escrevi que estava há 7 dias na UTI e um dos fatores foi o tabagismo. Hoje é dia 29/12 e terminou assim a minha história:
Dei entrada no Hospital dia 05/12. Fiquei 15 dias na UTI e 10 dias no quarto do Hospital, com previsão de alta para amanhã (30/12). A cirurgia correu tudo bem com a implantação de 2 stents.
Perdi 6 kilos de peso, com os braços marcados de picadas de agulhas e a barriga com 2 injeções de anticoagulante / dia.
Renascemos para a vida e uma nova oportunidade de viver melhor para não mais ter que passar por isto novamente!
Feliz 2017 à todos!

marcos

03/12/2016

stent

O tabagismo foi uma das caausas da minha Trombose. Em observação na UTI há 7 dias. Felizmente, o coágulo não subiu para os pulmões. Aguardando a compra do stent por parte do Hospital e a liberação do Plano de Saúde.
A gente vai fumando...fumando...e acha que nada vai acontecer!
Aguardar a cirurgia e cigarro nunca mais!

cida

12/12/2016

incentivo

Vivo num sofrimento constante, já tentei parar de fumar por diversas vezes sem sucesso, estou tentando novamente, tenho 42 anos, fumo desde os 12 anos. Por favor me ajudem com palavras de incentivo. Obrigada

walter vieira campos

06/12/2016

não pretendo parar

Fumo desde criança. Regularmente desde os 15 anos. Tenho 63. Fumo cerca de 20 cigarros por dia. Não pretendo parar. Entendo que o cheiro do cigarro é desagradável e evito fumar perto das pessoas, em lugares fechados. Descobri recentemente que a Lei Antifumo proíbe o cigarro mesmo nas áreas abertas de condomínios residenciais! Obviamente um absurdo. Tanta coisa mais importante para se legislar (poluição, corrupção, por exemplo) e nosso legislador afetando mais e mais nossa liberdade. No ES tem aquela loucura de proibir o sal... Logo logo outras liberdades serão coibidas, e chegaremos na eugenia (aborto e eutanásia já estão bem avançados...). Acredito que precisamos de um novo começo, com um Estado mínimo, sem intromissão na vida dos cidadãos.

felipe

03/12/2016

não recomendo

Comecei a fumar sozinho, cheguei do trabalho, comprei uma carteira de black e fumei um.. no começo não sabia tragar, então só coloca na boca e soltava, achei bastante relaxante a sensação... Com um tempo eu aprendi a tragar, no começo sentia uma dorzinha na garganta, mas logo acostumei. Sempre quando estou ansioso, ou cansado ou entendiado eu fumo e me sinto relaxado. Fumo há um ano e pouco e não me considero viciado. Passo dias sem fumar e não sinto falta, mas sempre tenho que ter uma carteira comigo u.u
Não recomendo ninguém a fumar porque todos sabem o mal que o cigarro causa, mas eu não me importo e não pretendo parar de fumar...

anônimo

17/11/2016

volto se engordar

É 3ª vez que paro de fumar. Voltei a fumar nas 2 vezes porque engordei demais(de 48 kg fui a 65 kg), estava pior do que quando fumava. Não conseguia sequer andar muito. Bom, atualmente estou fumando 3 maços por dia, me separei há 2 meses e está difícil suportar a situação. Mesmo assim, resolvi parar de fumar. Fui na endócrino para me dar uma receita de Bup e tomei dois comprimidos por dia, e ontem fumei o restante do maço e decidi parar de fumar. Acho que o medicamento ajuda, mas precisa ter determinação, e isso eu tenho... Mas se meu peso aumentar muito e começar a me prejudicar, volto a fumar...
Bom, podem achar que estou comendo demais, mas infelizmente não: minha alimentação continua a mesma e não gosto de doces, alimentos fritos, massas, como frutas, quinoa, aveia, amaranto, feijão, etc...

júnior mancha

12/11/2016

blá blá blá

Cresci observando quem/o que eu podia ver.
Sempre vi/ouvi dizer o que é certo, e o que é errado.
Nunca me induziram a me prejudicar.
- Fumo! Não me faz bem?! Eu sei!
- Voto, me traz algum bem?! (?)
Enquanto o progresso manter a ordem o comercio manterá o progresso.
"... o Brasil é o país do futuro..."
Blá, blá, blá...

anônimo

25/10/2016

Tabaco Natural

Comecei fumando com uns 17 anos e hj tenho 28 anos e faz 2 anos que fumo tabaco natural de diversas marcas, que podem ser encontrados no Mercadão de SP por exemplo. No início o vício da química me causou abstinência mas depois passou pois mantive o vício habitual, que eh o melhor poder ter aquela pausinha para o cigarro, e ainda não ficar com um cheiro tão forte, as vezes nem com cheiro eu ficava, e olha que eu namorava uma não fumante hahahahaha. Ainda ontem corri 10 KM com um amigo, sim como se eu não fumasse, os antigos fumavam tabaco e muitos estão vivos até hoje, o problema eh que eles enxem o tabaco de lixo no cigarro comum, aquilo sim são rolinhos de câncer mas tabaco natural, pela minha experiência, eh vida.

anônimo

25/10/2016

Um cigarro

Há anos tento parar de fumar, já fiquei sete meses sem fumar mais tive uma cirurgia do meu filho aí voltei a fumar. Hoje uma médica receitou bup 150 e já faz 30 dias tomando essa medicação e ainda tô fumando mais só um por dia como fazer pra não fumar esse um?

carol

25/10/2016

Compulsiva

Sou fumante compulsiva, fumo 1 maço e meio a 2 por dia, me sinto péssima. Quando engravidei, fiquei sem fumar por 11 meses, até que foi tranquilo, mas a sensação que eu tive (quase o tempo todo) é que as coisas não tinham mais graça como antes. Com o cigarro me sinto mais animada, disposta... sem o cigarro parece que fica faltando alguma coisinha essencial para que eu me sinta feliz. é muito ruim ser sempre a pessoa que fuma mais num churrasco, esse fds fiquei observando, eu era a pessoa que mais fumava, aliás, eu sou a pessoa que mais fuma da maioria dos lugares que frequento, me sinto fraca, viciada, diminuída. Não sei o que fazer.

marco

22/10/2016

Efeitos Colaterais

Olá,
Faz uns dois meses que tomei a melhor decisão da minha vida, parar de fumar, tive muitos exemplos em minha família que contribuíram para esta decisão, a qual tenho certeza que me trará muitos benefícios. Porém venho sentindo muitos sintomas que me deixam com medo, aperto no peito, palpitação, cansaço, ansiedade, entre outros... Sei que fazem parte do processo de eliminação da nicotina do meu organismo, mas me deixam com medo. Espero encontrar aqui uma ajuda para combater este medo, pois a determinação de parar de fumar e nunca mais colocar um cigarro na boca, eu já tenho. Agradeço o espaço!

fabiane

17/10/2016

Fumante vulnerável

Fumo desde uns 15 anos... Hoje tenho 22 anos me considero uma fumante vulnerável. Preciso muito de ajuda, fumo em torno de 4 maços de cigarros por dia. Me ajudem pois sinto dores pelo corpo, estresse, insônia, agressividade, depressão isso tudo depois que me envolvi com o tabagismo.
E desde já agradeço...

anônimo

15/10/2016

Quero parar

Tenho 20 anos e sou fumante. Quero parar mas ao mesmo tempo sinto prazer em fumar. Espero que todos que desejam largar o vício tenham força e consigam, assim como eu sei que vou conseguir em breve! Força e muitas luz. Abraços.

lurdinha

11/09/2016

Excluídas

Somos excluídas... Sou divorciada. Sempre tenho convites para sair, jantar, enfim, conhecer pessoas novas. Quando saio com alguém e ficam sabendo que fumo, é certeza que caem fora... me sinto deixada de lado e que os pontos positivos não são relevantes. Triste isso.

quiel

03/06/2016

Curiosidade

Fumo há 4 anos, comecei por curiosidade. Via os outros fumando e tinha vontade de experimentar. Um dia peguei uma bituca de cigarro e resolvi experimentar só que eu não sabia tragar. Isso aconteceu quando eu tinha 14 anos. Daí quando fiz 17 comecei a fumar de verdade. Hoje tenho 21 anos e amo fumar de vez em quando. Fico semanas sem fumar fumo 5 a 6 cigarros quando estou ansioso e não pretendo parar tão cedo. Eu sei que da câncer e tal, mas é tão bom fumar, principalmente quando eu estou nervoso e ansioso. Fumo escondido e tenho medo de contar pra minha familia, estou com medo de como eles vão reagir. Mas acho melhor contar pra eles que fumo. Amo ver pessoas fumando principalmente mulheres. Acho que daqui uns 10 anos se eu estiver vivo acho que vou parar de fumar... Então este é meu depoimento, até a próxima.

anônimo

29/09/2016

Voltei

Estive dez anos sem fumar, entretanto meu pai morreu e eu na pior fase da vida, uma amiga disse para fumar um cigarro e eu fumei. Foi o pior que ja fiz. Agora fumo há um ano e meio estou a fumar cinco a seis cigarros por dia. Estou a reduzir pois sofro de ansiedade crônica e deixar de vez deixame com os cabelos em pé, espero deixar rápido pois tenho sempre tosse e vou conseguir melhorar a minha vida.

anônimo

03/06/2016

Balada

Estive em uma balada recentemente na Danger balada GLS que fica no centro próximo à República. Lá não possui área reservada para fumantes, ou seja tem que sair para fumar e colocar uma pulseira. Correto, até aqui tudo bem. Mas uma balada pode estipular o horário que você pode sair para fumar? Lá eles liberam a 1:00 da madrugada para os fumantes saírem fumar. Depois abrem outro acesso somente as 2:00 da manhã. Muitos ficam na porta de saída aguardando a porta abrir para saírem para fumar, formando uma aglomeração, um empurra, empurra. E ainda do lado de fora fizeram um cercado onde eles falam que tem que ficar ali para fumar. Para começo de conversa, já estou do lado de fora, tenho direito de fumar na calçada ou seja onde for. Não dentro de uma gaiola.

anônimo

05/09/2016

Engordar ou ficar magra?

Comecei a fumar aos 19 anos. Tenho 65 e de lá para cá, parei 4 vezes, mas sempre voltei a fumar quando o excesso de peso começava a me incomodar. Fumei o último cigarro dia 6 de abril deste ano e já engordei 7 quilos. Estou parecendo aquele monstro americano de marshmellow!!! Hoje saí e comprei um maço de cigarros, acendi mas não tive coragem de tragar. Dieta, caminhada e musculação não adiantam. Fumo e volto a ser magrinha, ou fico gorda e cheirosinha? Tststststst. Não sei.

anônimo

31/08/2016

Pago a língua

Olá, tenho 29 anos e sou fumante há 7 anos. Meu pai fumou durante 15 anos da minha vida e eu sempre ficava criticando ele por fumar, falando pra ele parar porque fazia mal. Além disso, eu tinha nojo de cigarro quando eu era criança. Mas, por algum motivo, na adolescência eu passei a me interessar por cigarro, ficando cada vez mais curioso. Por volta dos 15 anos eu fumei meus primeiros cigarros, mas não segui em frente com o hábito por conta de vários motivos. Somente quando estava na faculdade é que eu voltei a fumar, ou comecei sei lá. Atualmente, graças a deus eu só fumo 5 cigarros por dia. Acho que nunca me viciei tão seriamente como muitos. De forma que hoje eu pago a lingua por ter criticado quem fumava. Eu que nunca pensei de colocar 1 cigarro na boca, me tornei um fumante de verdade.

anônimo

29/08/2016

Não comece...

Estou há 3 dias sem fumar, encaminhando pro quarto, é muito difícil, mas somente a força de vontade e vontade de se livrar desse vício e levar uma vida melhor que nos ajuda a ter força. Pratico corrida e vi que estava me fazendo mal, atrapalhando meu desempenho, então resolvi parar bruscamente, e digo mais, me arrependo amargamente de ter colocado o primeiro cigarro na boca. Se você estiver lendo agora, te peço, não comece, porque depois você não conseguirá parar com a mesma facilidade que você começou, faça outras coisas, vá correr, ver a natureza, faça algo que te faz bem, mais diga NÃO ao cigarro

adriel cristiano leal pinheiro

28/08/2016

Me ofendo

Parei de fumar a um ano. Se você está aqui contando sua luta para parar eu digo, fumar é bom de mais, fumar faz bem para o cerebro. Tenha em mente que tudo que é exagero faz mal. Seja moderado e se alguem reclamar mande para aquele lugar. Eu simplesmente parei sem luta sem dor ou pressa sem stress, vim parar neste site por uma pesquisa acadêmica. Fumei por 15 anos e todos os comentários aqui me ofenderam profundamente pois mostra que muitos tem a mente fraca e não dominam o proprio corpo.

anônimo

27/07/2016

República para fumantes

Gostaria de conviver com um grupo só de fumantes, de cigarro convencional, tipo uma República. Poderíamos criar uma para pessoas de mais idade. Vcs concordam???

anônimo

05/07/2016

Como explicar aos meus pais

Bom, tenho 18 anos e comecei a fumar há pouco tempo, meus pais acabaram sentindo o cheiro e pediram para mim parar de fumar e em respeito a eles parei. Um tempo depois voltei a fumar só que dessa vez contei e de novo me pediram para parar e parei. Agora decidi voltar a fumar, mas não sei muito bem como fazer já que eles souberam duas vezes. Adoro fumar, me sinto ótimo fazendo isso, pegar o cigarro, colocar na boca, acender e dar a primeira tragada, realmente acho maravilhoso. Também não concordo com toda essa campanha antitabagista, li muito sobre o assunto e cheguei a conclusão de que o cigarro não causa todo esse mal que dizem, não que não faça mal, mas não da maneira que dizem por ai.

anônimo

19/06/2016

Difícil

Fumo há vinte anos estou tentando parar com medicação mas está difícil.

eric

06/06/2016

Tentando parar

Há 20 anos que eu fumo. Eu realmente adoro tabaco. Só que alguns problemas de saúde que tive nos últimos tempos me deram uma brochada de fumar. Tive um problema de circulação sério na perna, fiz uma cirurgia de varizes que ainda está dando bastante trabalho. É claro que eu não quero voltar a ter o problema, ou pior, ter uma trombose ou algo do tipo. Não posso dizer que não vi relação do cigarro com o problema porque fiquei 4 meses sem fumar e as caimbras e inchaços na perna diminuiram muito nesse período. Não consegui parar de todo. Diminui o consumo e compro fumo prá cachimbo ou de enrolar. Os malefícios são menores e o fetiche pelas marcas acaba. Eu sempre gostei muito de Carlton, agora não suporto mais. Quero parar de todo. O grande desafio é continuar tendo prazer em viver

anônimo

03/06/2016

Gravidez

Estou entrando em desespero... meu sonho era engravidar e consegui, estou de apenas 4 semanas e 4 dias, porém sou fumante e todo tempo que estava tentando engravidar também estava tentando parar de fumar... vivo essa tortura há 6 meses e não consegui parar, agora que estou grávida minha consciência está gritando para eu parar... e estou sentindo tremor, raiva, vontade de brigar com o primeiro que aparecer na frente... isso tudo pq estou há 11 horas sem fumar... não quero fumar mas minha boca saliva de vontade de fumar, que tortura é isso... são 22:00 e acho que vou deitar e ver se durmo pra parar o desespero... SOCORRO! ALGUEM ME SALVA DE MIM!!!

patricia

03/06/2016

Tentando parar

Comecei a fumar há 5 anos. Um cigarro aqui, outro ali, tudo isso em decorrência de problemas familiares, relacionamentos, etc. Conheci certa vez um estudante de medicina ao qual detestava o cigarro e isso me fez parar ocasionalmente, fumava um cigarro por dia. Quando o relacionamento terminou, voltei ao vício com força total e hoje fumo entre 10 e 15 cigarros por dia. Pago a lingua por ter criticado antes os que já fumavam e hoje quero me livrar deste vício. Já tentei várias vezes parar bruscamente mas não consegui e agora estou entrando nesta fase novamente. Coloquei a meta de parar totalmente até o final do ano. Agora tenho que me esforçar para conseguir. Estou confiante!

antonio

01/06/2016

difícil

Comecei a fumar aos 15 anos, na época do colégio. Aprendi a curtir um bom cigarro, experimentar as diferenças entre as marcas que existiam na época. Quando me casei aos 27, continuava fumante, fumava dentro de casa, minha ex-esposa aceitava apesar de não-fumante.
Aos 36 anos, decidi parar, depois de algumas tentativas. Após uma semana de muito stress, consegui. Porém, ao me divorciar com 51 anos, acabei conhecendo alguém muito interessante e fumante, e aquilo me provocou para voltar. Amo fumar. Não há como negar. Mas estou tentando parar novamente. Gostar de algo e ter que deixar de lado, é difícil, pois estou fazendo mal a mim mesmo, e a mais ninguém.

anônimo

01/05/2016

Amo fumar

Amo fumar...principalmente com meus amigos do trabalho.

augusto

20/04/2016

Discriminação

Fumo tem 36 anos faço caminhada de no mínimo 4 km por dia tenho muito fôlego mais me sinto discriminado. Nesta semana vi um acidente: um carro pegou uma moça que estava de moto e a matou imediatamente, consequência do álcool. As indústrias poluem o ar, os rios o meio ambiente. Os carros não vou nem comentar. Os políticos acabam com os nosso dias de vida. Aí eu pergunto: por que razão só os fumantes são tão severamente castigados? Não acho justo, já que tantas outras coisas principalmente o álcool fazem tanto mal.

anônimo

19/04/2016

Quero parar

Sou fumante, estou louco prá parar de fumar mas passo tanta nervoso com estress do cotidiano em casa, com mulher me enchendo o saco, conversa como papagaio, parei até de beber pra fumar menos. Não sei o que fazer - vou procurar ajuda médica. Eu não gosto de cigarro mas nem sei por eu fumo deve ser o vício e o estrres, sou um cara calmo, mas muito agitado, acho que estou perdendo a luta pro cigarro.

anônimo

29/03/2016

Fumo escondida

Tenho 23 anos e meus pais fumam desde que me conheço por gente, eu sempre odiei e a fumaça me incomodava bastante, eu sempre disse com todas as letras que jamais fumaria. Há menos de 2 anos, não me lembro bem o motivo, eu fumei o primeiro cigarro da minha vida, roubei dos meus pais, não sabia tragar, fiquei tonta, não foi tão agradável, de vez enquanto eu fumava de novo e isso se repetia e então era fácil não desenvolver hábito, até que há uns dois meses ou menos, eu fumei e obtive prazer, paz, sei lá e desde então, todos os dias eu fumo, de 4 a 8 cigarros por dia, atualmente estou sob estresse constante devido ao fim da faculdade e tudo mais e o cigarro tem sido um apoio, coloco uma música e fumo e pronto. Fumo escondida, quase sempre em casa, quem sabe é meu namorado, dele não escondo.

anônimo

27/01/2016

salgadinho com imagem de obeso?

Eu fumo já vai três anos. Prá ser sincera estudo em média 10 horas por dia: sou vestibulando de medicina e várias pessoas da minha família que descobriram que eu fumo me julgam e falam que serei uma péssima medica por isso! Acho um absurdo. Esse site é ótimo, com a opinião de alguns outros internautas agora tive certeza não vou deixar de fumar. Eu gosto e me ajuda pensar com certeza. Não peço dinheiro pra ninguém e não roubo pra pagar meu cigarro. Se fosse assim médicos precisariam ser exemplo de pessoas saudáveis e não poderiam fazer nada. Nunca vi um salgadinho estar atrás com imagem de um obeso (na real, a galera adora uma gordura). E assumo que adoro cerveja e beber me dá mais vontade de fumar. Li sobre e é normal... como dá muita vontade de urinar a nicotina vai embora.
Bjss

anônimo

19/01/2016

mensagens

Comecei a fumar com 12 anos de idade, hoje tenho 41 anos, meu sonho hoje é abandonar o vício do cigarro sei que é muito difícil mas não impossível, gostaria de receber mensagens ou depoimentos de pessoas que conseguiram parar de fumar, isso ajuda muito quem quer parar de fumar, obrigada

natália

11/01/2016

parar de fumar e emagrecer ao mesmo

Tenho 34 anos fumo desde uns 13 ou 14, pior que alem de fumante, sempre fui obesa e sempre comi porcaria.
Sempre tive uma dificuldade enorme em me cuidar, sabe aquela coisa de um abismo puxa outro?
Agora comecei a fazer academia, estou tentando manter meus cigarros em no máximo um ou dois por dias (fumava uns cinco até então) quero muito parar, mas estudar para concurso público, parar de fumar e emagrecer tudo ao mesmo tempo está pesado demais de uma vez só!

anônimo

25/12/2015

vida chata sem cigarro

Eu fumo, já parei de fumar duas vezes, não porque eu não gosto do cigarro, mas porque a família, pai e mãe e marido, não gostavam de me ver fumando.
Voltei. Voltei porque achei a vida chata sem cigarro.
Se tivesse uma diferença: quem fuma vai morrer, e quem não fuma não vai morrer. Porém, todos iremos. Então resolvi voltar a fazer o que me da prazer, fumar.
Eu bebo muita água, corro, faço natação e musculação. Meus exames, até do pulmão estão ótimos. Fumo há 14 anos. Comecei porque achava bonito fumar. E é isso, quem tem predisposição genética, se provar, vai viciar. É assim com o álcool também, tem pessoas que amam beber. Vejo tantos brasileiros reunindo pra beber. Acham bonito beber cerveja.
Apesar de eu ter forte tendência a amar o cigarro, não suporto álcool, e não bebo.
No Brasil o povo fuma pouco, e trata como a pior droga do mundo e trata o fumante como um criminoso.
Médicos e enfermeiras não fazem questão de salvar a vida de quem fuma.
Na Argentina, Chile, Uruguai, Europa, a maioria fuma, começam cedo, e lá o estranho é quem não fuma.
Oscar Niemayer viveu mais de 100 anos, e era fumante.
Um nojo eu tenho dos hipócritas do Brasil.
Fumar é tão bom! Porque não fizeram um cigarro do bem? Onde todo mundo pudesse fumar tranquilo, sem malefício nenhum. Ia ajudar muito o povo. Porque se vc está estressado fuma, se perdeu um ente querido fuma, se quer pensar na vida fuma...com o cigarro a gente suporta qualquer problema.
Ia evitar muitas agressões, explosões de raiva, homicídios, suicídios... o povo ia ser mais relax. Cada um afoga seus problemas no cigarro e pronto.

anônimo

25/11/2015

cigarrinho

Rapaz, eu fumo meu cigarrinho... bem de cantinho... pra não alertar os gansos!! rss

max

22/12/2015

minha visão sobre o tabaco

Esqueçam esses rótulos de fumante e ex-fumante, isso só vai inflar vossos egos.
"Hoje fumei apenas 5, estou orgulhoso de mim". "Fiquei limpo uma semana inteira, ganhei parabéns e tudo. Mas ontem fumei e minha família viu. Não sei onde enfiar a cabeça". "Quando eu chegar aos 3 meses, vou na churrascaria comemorar".
O problema não está no tabaco, mas dentro de nós. Associamos o ato de fumar com inúmeros aspectos da vida, e fumamos não mais pelo prazer, e sim por qualquer outro motivo menor nobre.
Qual jovem nunca puxou aquele crivo e acendeu com rebeldia? Ou quando vemos aquela pessoa do sexo oposto com um cigarro entre os dedos e prontamente acendemos o nosso? E aquela vontade de sair do sofá e ir na varanda quando vemos alguns dos nossos atores favoritos tragueando seus pitos?
E tem aquela motivação que orienta todas as outras, o real motivo de existirem viciados é aquele que sustenta toda indústria tabagista: Ansiedade. Sim, se não existissem as tensões, não estaríamos aqui discutindo sobre os malefícios de fumo, e sim sobre quais as marcas mais saborosas. A ansiedade é a mãe de todas os desordens e compulsões mentais. Ela faz você pegar o isqueiro quando na verdade o que você precisava era de uma profunda inspiração de ar puro. O nervosismo nos faz fumar ao invés de relaxar. O corpo envia o estímulo pro cérebro, e o cérebro do viciado transforma esse estimulo em necessidade de tabaco. Em vez de alongar as costas, arrumar a postura, respirar mais profundamente ou até bocejar, o viciado entende aquele estimulo como falta de nicotina.
É por isso que ex-fumantes e ex-drogados muitas vezes apenas trocam de vício. Eu sou exemplo, quando deixei de cheirar cocaína engordei como um porco, ganhei 30 quilos em 2 anos, fumava e bebia com frequência. Quando deixei de fumar, voltei a cheirar e beber ocasionalmente, mas em grandes proporções.
Hoje tenho 24 anos e ainda tento controlar o vício em comida e internet, mas pelo menos posso dizer que tenho controle sobre o fumo e a cocaína. E esse controle me da mais tranquilidade ainda do que se eu estivesse em abstinência. A cocaína não me chama mais atenção, por que nas poucas vezes que usei recentemente (2 em 2015) não achei satisfatório. Porém o fumo me da prazer, e isso todo fumante tem de concordar. Quando eu era viciado, fumar raramente era prazeroso. Talvez na primeira metade do cigarro fumado após uma pausa de no mínimo 6 horas, ou aquele depois do almoço desde seja o primeiro do dia.
Os outros 19 não tinham sentido. Nem aquele que dava prazer tinha sentido, visto que não era nem de perto como aquelas tragadas de quando começamos a fumar. Logo após diminuir a quantia de cigarros por dia, sentimos um aumento de prazer proporcional a quantidade reduzida. Se quem vai de uma carteira pra 5 por dia, nesses 5 vai ter 4 vezes mais satisfação. Mesmo assim, depois de poucos dias se perde o prazer, e o o terceiro em diante deixam a desejar. Mesmo que fumássemos 1 por dia, em breve perderia o sentido. Por que não importa nem quanto nem quando fumamos, e sim o que a fumaça nos faz sentir. Se me disserdes que toda vez que fuma sente prazer, diria a ti: Então que fume até o fim de seus dias. Mesmo se você morrer alguns anos mais cedo, sem duvida valeria a pena viver menos, porém com mais qualidade. Mas sabemos que é exatamente o contrário: Quanto mais fumamos, menos prazer e qualidade de vida temos. Respirar, sentir a natureza, entrar no rio ou no mar, caminhar na rua, realizar tais atividades sempre dão ao fumante a sensação de que poderiam ser satisfatórias. A vida em si, toda vez que o corpo precisa realizar um esforço um pouco mais enérgico, parece enfadonha aos olhos do fumante.
"Então a vida não faz sentido, visto que as coisas que nós dão prazer ao mesmo tempo nos privam do prazer, podemos concluir que viver é uma tortura?"
Para a maioria, a resposta para essa pergunta é sim. Conseguir ter uma vida prazerosa sem culpa e sem excessos requer grande empenho e dedicação. Diria que requer dedicação integral, mesmo quando dormimos. Se você soubesse que iria morrer no dia seguinte, teria deixado de ir pro bar com os amigos por que o ambiente ia querer te fazer fumar?
E aquele sentimento de constante nervosismo, que te acompanha todos os dias, mesmo depois de anos sem fumar? Toda a vez que tomas a cerveja ou o café, aquela tortura vem a tona. E ela nunca acaba. Sabes por quê? Por que vós escolheu ser um torturado.
Fume quando tiver VONTADE de fumar. Beba quando tiver VONTADE. Não deixe de viver experiências por medo de voltar a ser um viciado. A primeira coisa que você tem que pensar é em ser livre. Livre para fumar
Livre para não fumar. Todos as experiências que deixamos de ter quando estamos largando o cigarro não se justificam pelos fins. O fumo é prejudicial, isso é um fato. Mas o veneno, em pequeníssimas quantidades, adoça a vida e alegra a alma. Se o excesso lhe prejudica, extingua o excesso ao invés do todo. Diminua aos poucos, não deixe que isso afete seu trabalho e sua vida social. Se voltar a fumar em excesso, não se culpe, apenas medite sobre como era sua vida quando fumava menos e como é agora. Se lembre de sempre estar atento a respiração. Logo você estará dominando aquilo que te dominava. E ter domínio sobre um hábito te dá muito mais poder do que a privação desse hábito. Quem se priva de algo se priva tanto do malefício quanto do benefício. Quem domina o hábito pode escolher do que quer, e pode escolher sentir o prazer sem depois sentir culpa ou qualquer outro tipo de dano mental ou físico.
Não deixemos que a mídia e a sociedade nos menosprezem, fumamos por que escolhemos fumar. Sejamos humildes para admitir publicamente que gostaríamos de fumar menos, mas nunca que gostaríamos de nunca mais fumar, assim estaríamos mentindo para nós mesmos. Mas nunca se sinta envergonhado, por que fumar só diz respeito ao teu corpo e só quem já passou por isso sabe como é lidar com esse fogo que se descontrola facilmente.
Uma vez eu consegui parar de fumar durante 9 meses. Quando fumei o primeiro cigarro depois de todo esse tempo, logo senti que, mesmo depois de toda a desintoxicação física, minha mente ainda estava viciada da mesma maneira que quando parei 9 meses antes.
Hoje não penso mais em viver sem tabaco, apenas sei quando devo ou não devo fumar. E eu tenho esse controle não por que fiquei longos anos sem fumar, e sim por que diminui meu ego até o ponto que o fumo é apenas o fumo e nada mais. Apenas uma forma de prazer que deve ser apreciada com sabedoria.
Entenda a ti e entenderás por que não consegues dominar o vício. Quando tiver esse entendimento, automaticamente tu corrigirás teu caráter. De caráter novo, mudará tua forma de pensar e agir. E o tabaco agora vai ocupar o lugar que tu escolheres.
Penses que os não-fumantes nunca sentirão esse prazer e lute para poder senti-lo tu mesmo mas sem sentir culpa.
Lembre-se que os ex-fumantes, mesmo que dignos que grande força de vontade, se colocaram na mesma situação do animal silvestre: quem dita seus hábitos é uma força externa e não interna. Os ex-fumantes, salvo aqueles que não podem fumar por motivos médicos, escolheram o caminho mais fácil. Assim como o suicida, eles abdicam dos prazeres da vida pois imaginam que são incapazes de lidar com as dificuldades. São guiados pela falsa sensação de estar realizando suas vontades interiores quando na verdade estão arquitetando as obras do ego.
Aproveitem a vida, controlem seus egos, eliminem sua DEBILIDADES, trabalhem com dedicação e amem suas famílias. O tabaco não te afasta do que você ama, você que culpa o tabaco pelos seus problemas e pela sua fraqueza. Deixar de fumar não vai resolver seus problemas nem te tornar uma pessoa melhor. Talvez até te torne uma pessoa arrogante e estressada.
Se você deixa de fumar, está sujeito a voltar a qualquer momento de fraqueza ou instabilidade.
Se dominas o tabaco, pro resto da tua vida ele vai te servir como um bom mordomo.
Outra informação que compartilho é sobre o a forma de tabaco inalada. Largue os "incensos" o quanto antes. Ninguém gosta realmente de tragar menta, ice, cravo, cereja ou qualquer outra porcaria química desse calibre. Eles são como o limão da caipirinha do alcoólatra: só servem para mascarar o nicotina quando seu corpo está saturado dela e seu cérebro faz acreditar que você quer mais. Mesmo o cigarro comum tem milhares de toxinas que o charuto ou a cigarrilha de fumo não tem. Você tomaria cerveja com soda cáustica?
Claro que não. Então por que fumar cigarro se o que nos interessa é a nicotina? Simplesmente por hábito, se trocares gradualmente o cigarro por fumo de qualidade, em 2 semanas não vais mais sentir falta desse produto industrial. Mesmo fumando na mesma proporção, o fumo puro vai lhe um pouco de domínio sobre o hábito de fumar. Primeiro por quê você deixei de ingerir todas aquelas substâncias viciantes que não proporcionam outra coisa a não ser intoxicação. Segundo por que você mudou ligeiramente o seu produto de consumo, é normal que abandone algumas associações e egocentricidades que tinha a respeito do mundo do cigarro e suas marcas glamourosas.
Voltarei daqui a exato um mês para relatar como se desenrolou minha vida com minha nova visão sobre o tabaco. Abraços

cris

20/11/2015

livre arbítrio

Então, povo da fumaça, completei 8 meses sem fumar. Minha pele parece um pêssego! Tive que malhar pq comecei a engordar. Não paro de mascar chicletes e às vezes sonho que estou fumando. Agora tenho ciência que as faltas de ar que sentia não eram apenas stress (continuo estressada!). Sinto saudades de uma boa tragada, mas estou amando não ter que parar o mundo pra poder fumar, procurar o maldito no fundo da bolsa e notar que está sem isqueiro, ver que maço está no fim depois que a última padaria fechou, ficar desesperada durante uma viagem porque o ônibus NÃO PARA NUNCAAA...aaaffffff
Por conta disso tudo tive que deixar uma parte do meu eu e ser um pouco de todo mundo, mas me recuso a vestir a touca dos politicamente corretos. Cada um faz ou deixa de fazer algo no seu tempo!
Livre arbítrio!

anônimo

17/11/2015

Não é fácil

Senhoras e senhores fumantes venho lhe clamar uma coisa: nunca ofereça cigarro pra quem não fuma. Cigarro não é um vício já é uma doença. Pois bem, estou tentando e tentando parar de fumar e não é fácil como mostram na televisão. Remédio e adesivos de nicotina são dinheiro fora.
Imagina, você está querendo se livrar do cigarro que contém nicotina e vai la e compra adesivos que tem o dobro da substância, são mais caros que o maldito cigarro. Então quando você não tiver capital para comprar adesivos, certamente você vai comprar um maço de cigarro e não vai ser suficiente para suprir a demanda de nicotina que os adesivos colavam no seu organismo. Resumindo você gastar o dobro que gastava vai fumar mais e vai continuar escravo do tabaco.
Então busque tratamento médico e urgente. Fiquem com DEUS

thiago

22/11/2015

gosto

Vai fazer doze anos que eu fumo. Eu não quero parar de fumar. Eu gosto do prazer que eu sinto. É como se fosse um remédio para a minha ansiedade. Só lamento pelo preconceito que as pessoas têm. Também lamento pelas dificuldades para se encontrar alguém para namorar que nos aceite sem ficar forçando a gente. Vejo as pessoas parando de fumar e acho bonito a história, mas ela não se encaixa em mim.

raquel

19/11/2015

amigos?

Olá, sou fumante!
Estou com quase 60 anos e fumo ha 40. Sofro de depressão e o cigarro (além do vício e do prazer) atualmente é meu melhor companheiro... porém... estou perdendo meus amigos!!
Sou terminantemente proibida de fumar na casa de qalquer um deles (todos ex-fumantes), ou por considerarem que é fácil parar de fumar (eles conseguiram) ou pela idéia do "politicamente correto".
Sei que para quem não fuma o odor é insuportável e, no meu caso, me mandam sair da casa deles para fumar... não importa se têm grandes janelas ou área de serviço... tenho que ir "pra rua"... Estou me sentindo humilhada... jogada fora mesmo... por ser viciada, sou tratada como quase como uma "drogada" de quem todos querem distância... Respeito, pois estou na casa deles, mas me sinto muito mal. Estou perdendo meus amigos.(amigos?)

geraldo

17/11/2015

Deixando aos poucos

Ainda não deixei de fumar, no entanto, durante 6 meses diminui para menos de metade. Neste momento fumo 14 cigarros por semana e tenho planejado baixar para 12 cigarros por semana até ao final do ano. Tem sido um processo gradual, por vezes difícil, mas quem já chegou aqui pode muito bem deixar definitivamente o vício.

anônimo

13/11/2015

Ótimo fumar

Ótimo ter um espaço pra desabafar sobre essa assunto
Bom eu fumo há 2 anos. Comecei em 2013, parei em 2014 e voltei agora em 2015. Aprendi a tragar cedo. Atualmente estou sem fumar uns dias porque vou fazer um exame semana que vem.
Comecei a fumar porque meu primo me ofereceu e eu não soube dizer não. Não me arrependi. Hoje eu fumo Lucky Strike e Marlboro.
Quem nunca fumou que nunca comece. Ainda não estou viciado, mas dá muita vontade de fumar. Só uma parte da minha família, e estou indo morar em outra casa só por isso, prá poder fumar sem ser tratado como drogado. Sei dos riscos, mas também sei que é ótimo o prazer de acender um cigarro, ou de abrir um maço novo e sentir o cheiro. Espero parar daqui a 3 anos em 2018.

anônimo

03/10/2015

Pena que faz mal

Olá,tudo bem? Tenho 26 anos de idade, o cigarro entrou na minha vida há 13 anos quando experimentei uma bituca jogada. Na época não sabia fumar, mas peguei o gosto. Aprendi a fumar mesmo há 5 anos e em menos de mês já estava viciado. Fumava em média de 10, 15 cigarros por dia até que um dia resolvi parar. Parei, mas sempre tive recaídas. De vez em quando fumava um e acabava comprando um maço. Até que fiquei sem fumar por um ano, mas há duas semanas atrás fui na casa de uma amiga, e ao ver ela fumando não resisti a dar uma tragada, e agora to com muita vontade de voltar a fumar de novo! Ate porque é bom e dé muito prazer. Pena que faz mal!

anônimo

03/10/2015

Basta ter moderação

Tenho 24 anos e estou fumando há quatro. Sempre escondi meu hábito de todo mundo, principalmente de minha família. Sempre tive vontade de começar a fumar e quando fui morar sozinho tomei coragem e comecei. Posso dizer que adoro fumar, é um hábito que me dá muito prazer mesmo. É maravilhoso fumar um cigarro logo de manhã ou depois de chegar do trabalho, relaxar curtindo o sabor. Sempre fumei mentolados e agora fumo os blue ice, como o Marlboro, o LM e o Lucky Strike. Na média fumo uns 10 cigarros por dia, mas já cheguei a fumar uma carteira por dia. Não penso em parar, é muito bom fumar e este hábito não faz tão mal quanto dizem, basta ter moderação. Quase sempre fumo em casa, e acho que o barato é fumar curtindo o sabor do cigarro, a densidade da fumaça, parar e aproveitar o momento.

anônimo

24/09/2015

apoio

Estou com muita vontade de parar mas a rotina me leva ao vício. Vou tentar novamente. Sei que não vai ser fácil mas quero pedir o apoio de vocês. Parabéns a todos que conseguiram e que vocês vençam essa batalha diaria sem o fumo.

amanda huntter

18/09/2015

tenha consciência dos danos

Comecei a "fumar" com 12 anos. Na verdade eu nem sabia tragar, so deixava na boca e depois soltava devagar. Aquilo me dava prazer, pegava os cigarros do meu pai e fumava no banheiro. Com 14 anos fumei de verdade. Hoje tenho 22 e não me arrependo. Eu acho que se souber controlar qualquer um pode fumar a vontade. Fumo 3 cigarros ao dia, se for um dia tenso, no máximo 5. Tem dias que nem fumo. CONSELHO:se quiser começar a fumar tenha consciência dos danos que o cigarro pode causar. Fume aos poucos, e muito cuidado para não viciar, pois para parar depois pode ser muito difícil

willian

13/09/2015

Falta muita tolerância e respeito ao próximo

Tenho 23 anos, comecei fumar com 15. Não sou o tipo de fumante que faz apologia ao cigarro e muito menos incito ou incentivo alguém pelo início do vício, mas acho extremamente desagradável as pessoas ficarem tratando o fumante como um viciado em crack que pode morrer amanhã. Atualmente fumo meio maço por dia, e não pretendo e não acho que eu tenha que parar, eu gosto de fumar, é uma das coisas que me dá prazer seja em momentos do dia a dia ou em momentos de descontração. Creio que falta muita tolerância e respeito pela escolha do próximo.

cris

07/08/2015

Considerações

Parei de fumar há 5 meses conforme já relatei. Frequentei um grupo de apoio para ter acesso gratuito aos adesivos e bupropiona. Disso, apensar de ter parado, tenho algumas considerações:
- O grupo de auto-ajuda é liderado, obrigatoriamente, por alguém que nunca fumou (oi?). Alguém que nunca viveu as delícias de uma tragada e os problemas físicos e sociais de um fumante por si já não convence, falando então é uma piada!
- Tratam todos com a mesma dosagem, sem considerar diversos outros aspectos que nos diferenciam. Vai por baciada!
- O grupo de apoio é coordenado pelo setor psiquiátrico do SUS, onde o fumante é tratado como um "doente mental"(oi??).
Por fim, observei que os remédios apenas atenuam as crises de abstinência. Seu propósito íntimo é o que te faz parar de fumar de verdade!

anônimo

11/07/2015

Prazer

Tenho 28 anos e fumo desde os 22 anos. Sempre gostei do cheiro de cigarro e aquilo me atraia bastante, então resolvi experimentar. Gostei e continuei até aprender a tragar. Aperfeiçoei meu gosto até achar o cigarro certo: Marlboro Red ou Dunhill Master Blend. Fumar me dá muito prazer e apesar do que possa parecer posso ficar várias horas ou até dias sem fumar. Fumo uns 5 cigarros por dia. Sempre escondi meu hábito de todo mundo, mas infelizmente minha família descobriu recentemente e agora vou ter que parar de fumar ou pelo menos reduzir para não chamar a atenção e eles pensarem que eu parei. Mas o cigarro não faz tão mal assim não. Basta não exagerar e ter controle pra não se viciar. Eu amo fumar e adoro ver as pessoas fumando.

anônimo

29/04/2015

Faz mal

Eu fumo desde dos 15 anos. Hoje estou com 19. Engravidei 2 vezes e na gestação inteira fiquei sem fumar. No total deu uns 18 meses sem. Por uns 2 anos fumava cerca de 4 cigarros ao dia. Depois que voltei a fumar depois da gestação. Fumo quase um maço por dia.
Tenho uma tosse chata. Os dentes estão amarelando. Meu rosto está cheio de espinhas e canso muito rápido. Cigarro é bom. Mas quem disser que não faz mal a saúde está mentindo.

luis

10/04/2015

Fumo por prazer

Tenho 22 anos e fumo desde os 17. Comecei a fumar sozinho e foi uma decisão consciente. E devo dizer que não me arrependo nem por um segundo de ter começado a fumar!

Atualmente fumo uns 15 cigarros por dia, mas tento controlar para não passar de uma carteira diária. Como meus pais não podem saber, praticamente fico sem fumar durante as férias, e fico tranqüilo, apesar de gostar muito.

Não pretendo parar e quero dizer àqueles, especialmente os jovens, que vejo comentar por aqui que não fiquem intimidados pelo preconceito e pela propaganda desonesta antifumo. Parem somente se realmente desejarem parar, não por pressão, senão ficarão infelizes. Fumem por gosto, do contrário ficarão infelizes por conta de fatores psicológicos. O cigarro não faz bem, mas está longe de ser o mal que dizem.

anônimo

04/04/2015

Toxinas

Queria ter encontrado este site antes. Bom, eu fumo há uns 20 anos, sempre adorei fumar. A sensação de fumar é única. Mas com o preço que está o cigarro e meu desemprego, resolvi comprar o adesivo e o chiclé de nicotina, estou tentando ter overdose... Brincadeira, estou tentando parar. Mas queria usar este espaço para denunciar algo. Subiram o preço do cigarro alegando que possui 4.700 substânicas tóxicas incluindo veneno de rato. Minha pergunta é: Quem disse que queremos estas substâncias tóxicas??? Quem foi que supôs que um veneninho a mais não tem problema? A verdade é que queremos apenas NICOTINA, aquela que nossos avós usavam e morriam com 90 anos. Nada mais! Daqui a pouco terá cianureto no leite e um aviso bem grande do Ministério da Saúde: "Cuidado, o leite mata!". Abraço.

anônimo

01/04/2015

Não consigo parar

Olá!
Tenho 25 anos de idade e apenas um ano como fumante. Pode parecer pouco tempo, mas não consigo parar. Já tentei várias vezes, mas o máximo que consigo é um dia. Quero muito parar, mas quando fico estressado, ansioso ou até sem fazer nada bate a vontade de fumar. O tempo está passando e está cada vez pior. Uma carteira está durando apenas 2 dias e detalhe ninguém da minha família sabe e nem pode saber.#preocupado

anônimo

06/01/2015

Vícios

olá, sou fumante desde os 25 anos, sempre odiei cigarro, tanto que brigava com minha mãe. Aos 20 anos experimentei e gostei, mas no começo não me viciei. Depois aos vinte e cinco voltei a fumar, hoje não fico um dia sem o cigarro. Adoro fumar, aquelas tragadas profundas me dão o maior prazer, sei que faz mal,mas hoje ta difícil largar o vício. Um dia terei de largar, mas a cada dia que passa fico mais descontrolado se não fumo, por isso pensem bem antes de experimentarem, depois que o vício se instala, fica bem complicado...

cido martins

02/01/2015

adoro fumar

Eu sou fumante, adoro fumar, e amo ver uma mulher fumando... Eu sei que pode prejudicar futuramente a minha saúde, mais sou viciado em cigarros, e o pior de tudo não tenho vontade de parar... Comecei a fumar com 16 anos, hoje eu fumo em média 1 carteira por dia, as vezes até mais.
Desde muito cedo eu já admirava ver um mulher fumando... Sou apaixonado por mulheres fumantes...

anônimo

19/11/2014

Dificuldade

Hoje, 19/11/2015 faz um ano que parei de fumar.
Não só sinto uma vontade louca como os impulsos para pegar um cigarro antes ou depois de fazer alguma coisa permanecem os mesmos.
O princípio foi mais fácil. Talvez pela ânsia de ter sucesso na empreitada, pela quantidade de remédios que tomava - dois antidepressivos + 01 ansiolítico + 01 remédio para dormir + adesivos + 05 litros de água por dia - pelos médicos que me acompanharam no processo, psiquiatra, psicologo, pneumo, não sei, só sei que foi mais fácil. Conforme o tempo foi passando e fui abandonando os medicamentos, que me causaram prejuízos emocionais, as coisas foram piorando. E hoje, um ano depois, quando deveria estar quase superando os piores momentos, não me sinto feliz nem vitoriosa. Sinto que vou sucumbir a qualquer momento.

CIRSO SS

16/11/2014

Medicamento

Bom dia a todos, já sou ex fumante, essa afirmação é por ter tentado por várias vezes sem sucesso. Comecei a fumar aos 19 anos, já estou com 49, por tanto são 30 anos de fumante. A minha esposa tambem fumou por 36 anos. Me sentia cansado e sem energia e descriminado em quase todos lugares. A decisão de parar foi por esses motivos, mas antes procurei ajuda, pesquisei muito, então encontrei na net todos medicamento que já tivera feito uso sem resultado, até q apareceu um com nome estranho (CHAMPIX) com um preço bem alto. Depois de ler tudo sobre o mesmo resolvi comprar, o tratamento seria por 12 semanas, e poderia ir parando aos poucos, mas eu queria muito parar, então na 3a semana eu parei de uma vez, me deu uma sensação de medo, mas a vontade de fumar desapareceu, já faz 20 dias que não fumo, e estou bem.

ana

05/11/2014

Prazer

Sou mulher, 29 anos, independente, bonita e saudável. Comecei a fumar "experimentando", lá nos meus 15... 16 anos... quando comecei a namorar um rapaz que fumava. Acabei me acostumando a fumar sempre. Depois que terminamos, fumava menos ( meus pais não sabiam)... mas confesso que me dava e dá muito prazer até hoje...
Não preciso fumar todos dias, nem sinto falta... Mas quando saio... bebo alguma coisa... estou sozinha... prá relaxar... é muito bom, adoro! Não sou hipócrita e sei que faz muito mal... mas enfim... assim como alguns bebem, curtem comidas exóticas...etc... Fumar p mim é algo que proporciona prazer, relax, principalmente associado a outros prazeres. Uma boa bebida... lendo bom livro... descansando numa espreguiçadeira... Sei que faz mal, tem cheiro ruim, muitos não gostam, mas infelizmente gosto do hábito...

anônimo

09/11/2014

Saudações!

Tenho 23 anos e sou fumador há 4. Decidi, há pouco tempo, que queria deixar de fumar. Já havia tentado antes, tendo conseguido passar quase meio ano sem tocar num cigarro. Fumar é, porventura, o meu único vício e o único descuido que tenho em relação à minha saúde (o meu peso é normal, o meu estilo de vida é activo, tenho uma alimentação vegetariana e procuro visitar o médico com regularidade). Decidi deixar de fumar, de novo, porque tenho sentido uma dor no peito, que me tem preocupado e me tem feito ficar expectante em relação aos resultados do exame que fiz, há pouco tempo, aos pulmões. Muito provavelmente, é exagero meu, ainda assim, quero liberar-te deste vício e respirar de alívio sabendo que nada mais pode prejudicar a minha saúde.

anônimo

12/10/2014

Tratamento psicológico

Sou Fumante desde os 16 anos hoje estou com 21 e fumo quase um maço por dia. Começei nessa de fumar escondido e com os amigos e hoje tá cada vez difícil na minha cabeça a tendência é aumentar. Eu tenho tendência a ter diabetes e problemas crônicos, no caso faz muito tempo que eu não vou no médico e quando eu for espero que não tenha nada grave. Faço de tudo pra parar de fumar mas não adianta, é um problema lá dentro da sua cabeça, só com tratamento psicológico mesmo. É o que acho.

adriano roberto zechi

24/09/2014

Dificuldade

Fumei dos 14 até os 23 anos e fiquei ate os 27 anos sem fumar, Um dia coloquei um cigarro na boca e foi o fim dos dias pra mim. Tentei por mais duas vezes parar de fumar: a primeira vez 20 dias e a outra vez por 2 meses!!! Agora estou há 24 horas sem fumar!!
É bem dificil, mas tenho certeza que vou conseguir. Estou com 38 anos e já sinto os males do cigarro. Estava andando cansado, sem disposição prá nada. Quando parei por 4 anos parei sem nenhuma ajuda, hoje estou com o adesivo que ajuda bastante mas não faz nenhum milagre. Tem horas que parece que não vou suportar. O que me dá força é saber que passa, que por dias vou sentir isso mesmo, que por uns 3 a 4 meses vou ter vontade ainda, mas vai ser bem menor, que com 6 meses vai ter dias de não lembrar mais!!

anônimo

22/09/2014

Pare!

Sou fumante há 5 anos. Comecei a fumar por curiosidade. Antes do cigarro meu único problema de saúde era rinite. Há uns dois anos descobri que por conta do cigarro tenho asma, e, ha alguns dias descobri que estou com DPOC (doença pulmonar obstrutiva crônica), calcificações no sangue e sopro no coração, que tive quando bebê e agora de novo por conta do cigarro também. Acho que cada pessoa reage de um modo diferente ao cigarro. Meu pai fuma a anos e não tem nenhum problema de saúde. Eu hoje me arrependo inexplicavelmente de depender de cigarro, mas estou muito disposta a parar. Não querendo ser chata nem criticada pelos apaixonados por cigarro, mas dificuldade para respirar é insuportável, e a dificuldade se tragar então é mais ainda! Quem tiver oportunidade de parar, pare, nunca é tarde!

gelson

20/09/2014

máximo 3 dias sem fumar

Eu tenho 36 anos e fumo desde os 14. Já parei por 2 vezes e na 2a vez percebi que tinha o hábito de fumar e não vontade!!! Mas passei por uma forte situação de stress em 2006 e voltei e até agora fico no máximo 3 dias sem fumar quando de ressaca!!

anônimo

09/06/2014

difícil parar

Tenho 22 anos e fumo desde os 19 anos, me sinto muito culpada cada vez que acendo um cigarro, pela minha saude. Sou casada, quando comecei a fumar ja era, então meus pais não sabem que eu fumo, fico pensando não vou contar, pois se tomar coragem e contar para eles nunca mais vou parar. Não gosto do cheiro do cigarro, detesto quando alguem fuma do meu lado. Nunca fumo em lugares públicos, so em casa. Porque é tão difícil parar de fumar?

taís fumante

26/04/2014

minha história

Estou contando minha história em um blog. Visitem lá:
www.taisfumante1994.wordpress.com

anônimo

17/03/2014

Pela minha bisneta

Olá, para todos!
Sou fumante há mais de 44 anos, já consegui parar por 2 anos e depois voltei. Tenho tentado, mais não tenho conseguido, embora só fumo uns 5 por dia.
No 16/03/14 dei uns conselhos para minha neta, para ela orar pelo pai e pela mãe dela que estão bebendo muito. Ela me respondeu que não adiantava pedir a Deus, pois ela já tinha pedido para Ele para que eu parasse de fumar e eu continuo fumando. Meu coração ficou partido fiquei sem palavras. Vou parar de fumar pelo pedido de uma criança que perdeu a fé em Deus por causa da irresponsabilidade de um adulto. Peço perdão a minha neta Belinha, te amo

anônimo

15/01/2014

Tentando parar

Estou tentando parar de fumar, tenho 40 anos e hipertireoidismo, às vezes fico a manhã inteira sem cigarro, mas quando chego em casa ou na hora do almoço é inevitável, parece que a vontade me consome. Já parei por duas vezes em intervalos de 3 anos cada uma e acabei voltando, não gosto de fumar, não acho bonito e detesto o cheiro, mas me da uma sensação de alívío quando fumo em situações de stress, ansiedade ou até mesmo de prazer, quando tento parar fico deprimida e não me imagino fazendo isso ou aquela coisa antes de acender o cigarro...tipo colocar a roupa na máquina de lavar. Acho que preciso de ajuda, ou como diz meu marido é uma questão de opinião, pois na minha casa a unica que fuma sou eu. Obrigada

anônimo

14/01/2014

Medo

Faz 15 anos que fumo, nunca imaginei que minha primeira tentativa parar de fumar seria tao dolorida. Nã foi só a vontade de fumar como imaginava que sentiria mas também meu corpo que faria as coisas ficarem mais difíceis. Fiquei 2 dias sem fumar e já passei muito mal, formigamento no corpo e até na lingua, dor de cabeça, náuseas, não conseguia me concentrar em nada, desânimo tomou conta de mim e percebi que minha vida sem o cigarro é horrível. Chorei várias vezes ate que não aguentei e fumei, e agora estou aqui morrendo de medo de passar por isso de novo. Já comprei bupropiona mas estou com medo de não aguentar de novo e voltar a fumar.

Filiphe

29/12/2013

Hipocrisia

Comecei a fumar aos 13. Como todo mundo acho, foi aquela velha curiosidade de saber se é bom ou não, acabei gostando, todo dia roubava cigarros da minha mãe. Aos 15 eu já trabalhava e comprava meu próprio maço. Acho muito hipocrisia as pessoas dizerem que fumam porque são viciadas. Fumo porque é bom para mim, me ajuda a descontrair, relaxa. Geralmente fumo um maço por dia, acredito que jamais irei parar. Tenho 28 anos, por tanto são 15 anos fumando, e não tenho nenhum problema de saúde está em perfeito estado.

anônimo

20/12/2013

concurso

Tenho 32 anos e fumo desde os 16! Preciso parar por vários motivos
1 Não estou feliz por fumar
2 Quero fazer concurso p delegado de polícia e preciso aprender a correr para ontem
3 Namorado abomina cigarro!
Por outro lado já tive milhões de tentativas frustradas e tenho medo de matar alguém nas abstinências! Fora que já estou acima do peso e não posso engordar mais!

anônimo

11/12/2013

Vídeos

Fumo 40 cigarros ao dia há muitos anos.
Adoro fumar.
Nunca deixarei de consumir meus 40 cigarros diários.
Quanto a vocês, seus anti tabagistas chatos, procurem o pau de arara de que vocês caíram.
Seus chatos! Pedantes! Inconvenientes!

anônimo

09/12/2013

Questionamento

Na verdade, não é uma história e sim um questionamento, que pode evoluir para uma proposta.
Já nos acostumamos a não poder entrar fumando em lugar nenhum.
Mas pouquíssimos estabelecimentos, públicos ou privados, têm na porta cinzeiros, caixinhas de areia, enfim: qualquer receptáculo para jogar fora a bituca.
Sou fumante porque quero, mas estão nos obrigando a ser... porcos! Como não sou, espremo a bituca e jogo na rua apenas o tabaco, que é biodegradável. O filtro, vai para o bolso de trás da calça, até que encontre uma lixeira.
A maioria absoluta apenas joga a bituca no chão. Não seria o caso de uma lei que obrigasse à instalação de cinzeiro etc., na porta dos lugares?

monica mattos

26/10/2013

Não fumante não entra...

Fumo há mais de 20 anos. Sou super saudável. conheço pessoas que nao fumam e estão ai cheio de doenças e morrendo de câncer.
Acho uma hipocrisia esta batalha contra o fumante.
Por acaso quem não fuma não adoece e nem morre????
Porque o Governo não proibe a venda de cigarros??? Porque entao não trata como droga???
Ah, isto não é conveniente. E os milhões de impostos que o fumo gera???
Sinceramente tem gente cheirando coisa bem mais fedorenta e poluente do que o cigarro e não reclama.
Quem fuma não mata, não bate em ninguém, não causa acidente, etc, etc.
Os malefícios do alcool são muito piores e ninguém faz nada.
Fumo sim e vou continuar fumando. Falei, pronto.
Juro que ainda vou montar um bar onde NÃO FUMANTE NÃO ENTRA.

anônimo

25/10/2013

Voltei a fumar

Meu primeiro contato com o cigarro foi aos 12 anos, minha vó comprava maços de cigarros e eu sempre roubava um pra mim, mas nessa época não viciei pois não sabia nem tragar, fiquei 7 anos sem nem lembrar que um dia fumei, com 19 anos voltei a fumar, pouco, mas voltei, Aprendi a fumar de verdade, sinto um prazer enorme em fumar, principalmente escondido de todos ( porque minha família nem sonha), engravidei e parei logo nos primeiros meses, foram mais 18 anos sem fumar, agora aos 38 me deu aquela fissura e voltei a comprar carteira, sei que é burrice mas to fumando outra vez, fumo no máximo dois cigarros por dia e não consigo parar, fumo no máximo dois pelo fato de estar grávida senão com certeza fumaria 01 carteira por dia como antigamente!

anônimo

03/10/2013

Vício

Sempre tive atração pelo cigarro... Quando adolescente, achava chique. Comprei meu primeiro maço aos 15, sem influência de ninguém (eu não tinha amigos fumantes), mas ficou só nisso, o vício não foi pra frente. Só fui viciar mesmo aos 22. Aos 27 larguei o vício, estava tão decidida que larguei fácil... Mas em maio deste ano, após anos sem pensar em cigarro, tive uma fase difícil, em que passei meio deprimida e voltei a fumar. 4 meses se passaram e eu não consegui largar o vício. Estou há 48 horas sem fumar, mas que vontade de desistir e fumar um cigarrinho!

lucas felipe silva

15/09/2013

Vício

Primeiramente, gostaria de parabenizar pelo site.
Bem, minha história começou a 6 anos atrás, quando fui para o ensino médio. A maioria dos meus colegas usavam drogas e fumavam, logo eu os segui. Fiz muitas coisas das quais me arrependo, mas hoje estou no 2 ano de engenharia, a não uso drogas a mais de 3.
Porém, o vício do cigarro se manteve, hoje fumo uns 10 cigarros por dia. Consigo ficar dias sem fumar, mas a vontade de por um cigarro na boca, sentir ele entre os dedos, tragar aquela fumaça é recorrente.
Sei que uma hora terei que parar, mas apenas empurro esse pensamento para longe.
Por muito tempo me senti uma pessoa pior por fumar, mas hoje vejo que, fumar é um hábito, maléfico, mas apenas um hábito, hábito esse que não me torna melhor ou pior.
Pretendo parar de fumar, mas não agora

anônimo

17/08/2013

Vídeos

Estava lendo vários depoimentos de fumantes como eu. Bom eu fumo desde os 13 anos estou com 56, ou seja 43 anos e uns 20 numa m´dia de 2 maços por dia, resolvi dar uma reduzida de 40 Dunhils por dia para 5 frees por dia, ´ muito difícil, tenho conseguido uma m´dia de 7 por dia, como sou ciclista, sempre tive problema com o fôlego, principalmente nas subidas mais pesadas, depois de uns 15 dias mantendo essa diminuição senti uma diferença marcante, isso me animou at´ a tentar parar, mas com calma, não consigo de uma vez, vou tentar manter esses 7 por uns meses, e depois tirar 1, 2, 3 e assim por diante, talvez seja a forma que encontrei para parar sem sofrer, não sei se vai dar certo, mas vou insistir, pois sei que faz muita diferença, fumar ou não fumar. Obrigado por esse espaço, amigos.

paulo césar machado

08/08/2013

Cafona

Sou fumante há 11 anos (caraca, agora que parei para fazer as contas e estou surpresa)...
Fumo escondido do meu namorado e quando vamos viajar, fico dias e dias sem fumar. Não sinto a vontade do cigarro em si, mas já senti algumas mudanças, tipo insônia, maior apetite...mas do cigarro não... Inclusive numa volta dessas viagens, a primeira coisa que fiz quando estava em casa, foi acender meu cigarro. Não estava com o mesmo gosto, mas eu continuei...Entendo que tb tenho o vício de mão, do ato de fumar...E ultimamente, estou com uma enorme vontade de parar, ser saudável. Tô começando a me achar cafona...

william

27/05/2013

Demonização

Com 16 anos já fumava regularmente. Meu pai me aconselhou a não fumar, mas como é fumante também, não me proibiu. Não me orgulho disso, e nem incentivo ninguém a fumar, por mais prazer que possa dar fumar, não deixa de ser algo que vicia muito rápido.
Tenho 27 anos e às vezes fico com raiva por as pessoas tratarem fumantes como se fossem pessoas prestes a explodir com um câncer. Mais uma vez não incentivo ninguém a fumar, meu avo tem 81 anos, fumante, fez um check-up semana passada, tá em perfeita saúde, as pessoas "demonizam" muito o cigarro.

anônimo

10/07/2013

Condicionamento

Tenho 34 anos, fumo desde os 15. Ou seja, mais da metade da vida fumando! Nos últimos dez anos venho mantendo a média de 2 maços por dia, SEMPRE Marlboro vermelho. Além de fumar, gosto muito de beber. Tenho o hábito de todos os dias tomar algumas cervejas à noite, vendo televisão e relaxando. Não fico gripado há mais de 3 anos, não tenho tosse crônica, apenas pigarro... O ham ham às vezes aparece.
Corro todos os dias pelo menos 5km, num ritmo bem leve, na casa dos 25-30 minutos. Às vezes corro mais, 6 ou 7 km. Faço musculação umas 3 vezes por semana. Poderia estar melhor condicionado? Óbvio que sim!
Mas não culpo o cigarro nem minhas cervejas.. Comecei a correr em Setembro do ano passado, se tivesse começado há uns 5 anos estaria MUITO mais preparado. A culpa é do antigo sedentarismo!

paulo césar machado

27/05/2013

Moderação

Tenho 22 anos, fumo há 6 anos. Também acredtio que de forma moderada o cigarro não faz mal. Geralmente, um maço dura 3 dias. Malho na academia, e no fim de semana sobra tempo pra um futebol.
Nunca tive problema nenhum de saude por conta de ser fumante, tudo em excesso faz mal.

lara

11/05/2013

Engordar ao parar

Fumava 1 maço por dia durante a semana e 4 maços só ao fim de semana.
Parei de fumar e em 3 meses engordei 8 kilos a fazer 1h de caminhada e 30 de corrida por dia.
Não como carne, não como molhos, não como fritos, só como doces de vez em quando e é uma colher de sobremesa. A fruta é só pêra, maçã, kiwi. Como gelatinas light.
O problema foi consumir mais de 100 pastilhas por dia... gastar mais dinheiro do que gastava com o tabaco, mas em pastilhas. Ter perdido jaacute; 2 dentes agrave; conta disso e ter a boca toda cariada... neste momento conto com 13 kilos mas faço 3h de caminhada por dia, cerca de 16 quilómetros por dia. Continuo a engordar.

leticia

06/05/2013

Página

Eu fumo há 10 anos e, simplesmente, amo meu cigarro. Sei que o cigarro não faz bem, mas minha atração pelo ato de fumar é maior que o medo. Tenho uma vida saudável, me alimento super bem, bebo muita água e sou atleta. Sim, sou nadadora, nado cerca de 3.000 m diários em ritmo forte, pois pertenço a uma equipe de natação master (tenho 30 anos). Sei que poderia ter melhor desempenho se não fumasse, mas não posso reclamar, afinal, já fui até campeã estadual nos 400 livre. Minha dica para quem fuma e não quer parar: façam exercício e bebam muita água. Isso pode amenizar os efeitos do cigarro em nosso corpo.
Adorei a página, meus parabéns.

paulo gilberto

18/04/2013

Blog

Sou adepto do Smoking Fetish, e adoro, quando minha esposa fuma para mim, sinto muito tesão, ainda mais que nem eu nem ela, somos fumantes.
Visitem meu blog: www.smkfetish.blogspot.com.br

paulo césar machado

24/01/2013

Vídeos

No youtube, tem um video com o titulo, "cigarro, é esse vilão mesmo?". O mesmo, não tem som, porém o que conta, são as 80 ponderações abaixo do vídeo, todas a favor do cigarro. Ali tem laudos médicos que isentam o cigarro, depoimento de cientistas e antropólogos, que dizem que os males do cigarro, são um tremendo exagero - centenários que fumam, depoimentos de cronistas que não aguentam mais essa gente chata e politicamente correta. Sugerimos lerem o video. Vale a pena as coletâneas que ali estão.

anônimo

18/01/2013

Demonização

Não quero dar depoimento, gostaria apenas de registrar um dado que acho interessante: no mundo todo, há cerca de 1 bilhão de fumantes. Ao ano, morrem cerca de 6 milhões de pessoas no mundo devido à doenças relacionadas ao tabagismo. Isso equivale à minúsculos 0,60% de fumantes mortos devido ao tabaco. Outra coisa: alguns estudos apontam que o cigarro ajuda a prevenir o Alzheimer e o mal de parkinson.
Não estou aqui querendo defender o tabaco. Mas sou contra sua demonização por parte da mídia.

anônimo

13/01/2013

Parar quando fizer mal

Tenho 26 anos e fumo desde os 22. Eu fumo porque gosto e não fui influenciado por ninguém pois não tenho nenhum amigo fumante. Eu comecei fumando um cigarro por semana e hoje fumo 5 cigarros por dia. Eu não me viciei e acho que se for moderado o cigarro não faz mal pois as vezes fico até 15 dias sem fumar e não sinto vontade. O único problema é que eu fumo escondido e acho que não vou conseguir contar nunca pois meu pai é ex-fumante e minha mãe direto está dizendo que ela está doente porque meu pai fumava, o que não é verdade.
Mesmo assim eu não pretendo parar agora. Acho que só vou parar de fumar quando me fizer mal.

rony

09/01/2013

Como assim?

Nos tratam como lixo, nós fazemos o brasil ir para frente, nós movimentamos a economia... Agora me digam, porque atrás de uma lata de cerveja não tem a foto de um fígado e a seguinte frase, o abuso deste produto pode causar cirrose... Ou atrás de um saco de salgadinhos a foto de um obeso com a seguinte frase: O abuso deste produto pode causar obesidade mórbida... Não consigo entender o Brasil, simplesmente a sociedade está hipócrita e intolerante...
Ficar bêbado é legal, mas fumar um cigarro é abominável? Como assim brasil?

camila cardoso

24/12/2012

Diminuir

Sou fumante, tenho 18 anos. Fumo porque eu quero. Eh gostoso para mim. Fumo em média 3 cigarros por dia. Cheguei a fumar mais e diminui. Quero voltar a fumar apenas um por dia. Não pretendo parar agora. Tantas outras coisas fazem mal e nem por isso paro de usar ou comer.

anônimo

11/10/2012

Parar

Fumo há 7 anos e pretendo parar o mais rápido possível. Não aguento mais o cheiro da fumaça impregnada em tudo.

lydia winkelstein

3/10/2012

Hipocrisia

Fumo desde os 13 anos, mas desde o início desse ano comecei a me cansar do cigarro; estava fumando por fumar. E foi aí que comecei a me deparar com o nível de dependência que estou e do qual nem tinha consciência. Já tentei parar várias vezes nos últimos meses, mas recaí em todas! Ansiedade, aborrecimentos, alegrias... Tudo é motivo. O cigarro cabe em várias situações, sejam elas alegres ou tristes. Uma boa leitura, ao telefone, dirigindo, porque estou triste... O fato é que me dei conta que estou "presa", e não mais fumando por querer!

Faço parte de uma geração que cresceu assistindo na TV os maravilhosos anuncios dos cigarros, uma geração inteira instigada e incitada a fumar! De repente, viramos criminosos, somos tratados como escória e como se fossemos doentes contagiosos.
MUITA HIPOCRISIA!!!

Cansei de compactuar com o sistema e o comércio. O cigarro é uma droga, mas ninguem tem culhão de assumir isso pra sociedade. O governo bota fotos horrorosas nos maços, mas não tem coragem de proibir as substâncias. Larguei o alcool e a cocaína nos anos 90, mas do cigarro está MUITO díficil largar!!!

Apenas um desabafo...

levi

05/09/2012

cigarro X bebida

Fumo há 3 ou 4 anos. Comecei a fumar por achar bonito e hoje fumo em média um maço por dia. Faço esportes esporadicamente, mas meu futebol duas vezes na semana é sagrado. Engraçado ver meu fôlego de fumante deixando muito pra trás muito moleque que não fuma e malha.

Além disso, o cigarro pra mim é essencial para a atividade intelectual, seja leitura, escrita, etc. Largaria o álcool, mas não pretendo largar meu cigarro.

Se um dia parar de fumar não vai ser por mim, mas pelos apelos e pelo "sofrimento" de familiares que dizem que estou me destruindo.

Gosto de cigarros e respeito quem não gosta. Infelizmente sou tratado mal por meu hábito, olham torto. Agora ficar de porre por aí, isso acham bonito, postar uma foto com cigarro é mau gosto, mas tirar uma foto trêbado com uma cerveja na mão é bonito. Vai entender...

anônimo

10/08/2012

pratique esportes

Gostaria de parabenizar o site pela honestidade nos que diz respeito a este vício, principalmente quanto ao fato de aumentar o metabolismo e que parar significa engordar se não tomar cuidados.
O que não consigo entender são as pessoas que relatam que não tem fôlego porque fumam, isto não é verdade, estas pessoas não tem fôlego porque não praticam esportes, não adianta colocar a culpa no cigarro, veja meu exemplo, fumo há 15 anos cerca de 25 cigarros por dia e sou praticante de natação competitiva, na qual participo de diversas competições e ainda pratico corrida leve 2 x por semana, corro cerca de 5km em 25 minutos sem parar.

depoimentos
depoimento de fumantes

vinicius fh

08/08/2012

apoio

Adorei esse site, único ponto de apoio para nós fumantes.

Quem fuma sabe bem o que é pagar um absurdo pelo maço de cigarro e praticamente não ter espaço para usufruí-lo. Ouvimos grunhidos nas ruas, seguranças nos seguindo para ver onde fumamos, enfim, um inferno.

A sociedade não tenta nos incentivar a parar de fumar, ela tenta nos OBRIGAR a isso.

Não furto meu cigarro, eu compro. Não pretendo nem quero parar de fumar, a saúde é minha e unicamente a mim que "prejudico".

anônimo

02/08/2012

difícil...
"Caracas ...estou a 100 horas sem fumar ... cara é difícil muito mas muito difícil mesmo eu adoro fumar uma cigarrinho ... mau humor 100% nem é mais humor ja virou ódio concentração no trabalho ZERO % dormir sem vontade nenhuma ...até pegar no sono: fico rolando para cá e para lá parece que estou possuído... nem é que eu queira parar mas uma coisa leva a outra vou tentar ficar até domingo para fechar uma semana mas esta complicado...

O motivo disso tudo? São 2:

No meu emprego agora estou proibido de fumar no horario de expediente e nos intervalos. Segundo a empresa funcionário cheirando cigarro vai voltar para casa trocar de roupa. Então fumava só das 18:00 às 23:00.

Outro motivo: Motocross e trilhas de moto, são mais ou menos oito horas em cima de uma moto passando por atoleiros troncos subidas e pedreiras... da ultima vez não consegui aguentei das oito da manhã até as duas da tarde e game over ...não quero que isso aconteça de novo ... mas esta difícil ficar sem fumar ...vamos ver até onde aguento..."

marcos pinto bastos

16/02/2012

cigarros
"Começo muito preocupado porque só tenho dois cigarros e sofro de tabagismo muito acentuado. Quando escrevo fumo muito mais. Fumar não faz bem à saúde e em excesso pode causar graves problemas pulmonares e cárdio-vasculares. O cigarro mata suavemente seu usuário e o faz queimar dinheiro, mas toda esta propaganda contra o cigarro, esquecem do monóxido de carbono emitido pelos motores dos carros! Eles que poluem muito a atmosfera mundial!"

eduardo cesar

03/02/2012

hipocrisia
"Acho uma hipocrisia, isso tudo, afinal porque não criam uma lei seca!! Proibam também o álcool, coloquem nas garrafas de cerveja destilados e tudo o mais a imagem da mulher agredida espancada pelo marido bêbado, ou da criança que foi atropelada por um motorista embriagado!!! Afinal o álcool é mais letal que o cigarro!! Bebe um litro de pinga e vai dirigir pra ver, e fume 3 cigarros e dirija nada aconteçe o álcool é pior.

Outra: tenho 23 anos fumo faz um ano começei com 17 só experimentei agora com 23 ainda fumo escondido porque nem meus pais ex fumantes me deixam fumar. Até quando vou viver sob regras? Eu fumo e amo e não vou parar!!!!

Não importa se vou morrer afinal quem não vai? Se for assim não vou comer também afinal hoje tudo é modificado, alterado, nada é 100% natural! Sem falar que no Brasil é um dos países que mais cobram imposto por fumo, aqui fumar é luxo! Movemos a economia e somos discriminados? A vá, tenha dó!!!

E não pretendo parar, afinal começei por que quis, isso me dá prazer me sinto vivo fumar é ótimo antes e nada que um bom perfume não resolva!!!! Fumo e ninguém nem nota, por que sei fumar, como tudo na vida deve ser feito com moderação mais parar???? A isso não ADORO!!!!!"

 

anônimo

20/11/2011

quero parar
"Oi tenhu 18 anos comecei a fumar com 17, comecei a fumar de pouquinho hoje fumo 1 maço cada 2 dias. Perdi 7 kilos em menos de 1 ano, porque toda vez que to com fome sinto vontade de fumar e cada dia que passa emagreço mais. To ficando preucupada mais vou parar se Deus quiser!"

 

nely

20/11/2011

quero parar
"Bem...tenho 33 anos e já fumo há 19 anos. Eu fumo por desepero de gostar de fumar. Fumo 2 maços por dia....e luto contra esse vício maldito há muitos anos . Depois da campanha estou fumando meio maço...."

anônimo

11/11/2011

quero parar
"Quero parar de fumar mas o café a cerveja e hábitos diários fica praticamente impossível largar esse vício maldito peço algumas idéias."

anônimo

05/11/2011

Quero parar
"Quero parar de fumar. Quero uma dica para diminuir."

Resposta do Eufumo

Olá, aos que querem parar:

Já tentaram buscar aqui no site? Procuramos postar artigos com dicas. Experimente procurar nestes links:
Tratamentos

Dicas de ex-fumantes (ótimo o do Dr. Flavio Gikovate)

Considere diminuir

 

antonio sérgio escodro

04/10/2011

ilegalidade
"Apenas para informar minha indignação.
Frequento uma lanchonete em Campinas-SP onde há um local aberto e permitido ao fumo até a semana passada. Mas por denúncias de não fumantes que querem ocupar todos os lugares, inclusive os permitidos aos fumantes a Vigilância Sanitária de Campinas proibiu o fumo nesse local aberto - Há cerca de 50mts existe outra lanchonete com local aberto onde continua sendo permitido fumar. Os fiscais da Vigilância Sanitária de Campinas transcenderam a lei e essa determinação é ilegal.
Para uma minoria até ilegalidades valem."


cesar conde

07/07/2011

muito tempo
"Não há nada como medir a vida pela largura e não pelo comprimento - gordo e fumante. Alguém comentou que meu papo no pescoço indica que sou forte candidato a um enfarte. Lucky me !!! Já imaginou eu com 90 anos e saudável ???? Tah louco...é muito tempo."

angela

07/06/2011

preciso parar
"Sou fumante, e preciso parar de fumar, mas não consigo. Meu pai morreu de cancer no pulmão e eu já sou portadora de enfisema pulmonar tenho 40 anos."

Angela: você provavelmente nos mandou este depoimento porque não consegue para sozinha, correto? O EuFumo disponibiliza vários endereços e links para quem quer parar, além de dicas de ex-fumantes. - eufumo

paulo ronqui

16/03/2011

hipocrisia...
"Largar de fumar não é fácil e acredito que quem fuma gostaria, não absolutamente porque faz mal, mas sim, para fujir da pressão hipócrita dos mediocres.
O dia em que eu ver os políticos em especial os de SP e a sociedade, ambos empenhados em acabar com uso do craque, a prostituição infantil, a proteção desmedida do adolescente, o qual trata todos como iguais sendo completamente diferentes, parar de multar um indivídio que passa a 180 km/h da mesma forma que outro que passa a 90 km/h numa pista de 70 km/h.
Desculpem-me, eu vou continuar fumando, afinal é muito mais inteligente ser fumante do que ser tão hipócrita.
Apesar que há um detalhe que nós fumantes realmente carregamos a culpa, com as verbas gastas nas campanhas contra o fumo, retiramos a verbas que eram gastas na limpeza do Rio Tietê, que aplicadas nos saláriose e especialização dos professores do estado, na assistência aos dependentes da cracolândia na capital de SP e em especial, acabamos com as aulas de cidadânia aquelas que poderia estar ensinando sobre quem foram os reais exilados do país na era época do militarismo no Brasil. "


Paulo: esta culpa certamente não precisamos carregar. Para você ter uma idéia, sem citar nomes, um dos maiores fabricantes de cigarros no Brasil, sozinho, recolhe R$ 7,3 bilhões em impostos por ano, estando entre os 10 maiores contribuintes de tributos do país - eufumo

marcio correia

21/01/2011

Tudo objetiva lucro...
"Hoje fui a farmácia comprar um suplemento vitamínico. Como pratico ciclismo, faz falta esses suplementos que não veem nas dietas. Mas de conversa com a farmacêutica, ela viu minha carteira de cigarro no bolso da camisa e perguntou:
Mas você fuma?
Sim, sou fumante ha 19 anos, mas pedalo de 3 a 5 vezes por semana, uma média de 50 km, entre morros, subidas, descidas...
Ela indagou:
Mas como consegue?
Bem está é minha dúvida, como um fumante de 19 anos de vício consegue acompanhar pessoas, sem vícios, não sedentárias? Comecei pedalar para me incentivar a largar o vício, pois ouvia sempre que um fumante jamais teria folego para tanto...
Bem amigos deixou este depoimento e desabafo para que alguém possa me dar uma única resposta. Será que todas as informações vinculadas ao tabagismo tem fundamento? Não sei a resposta, mas sei que quero parar de fumar..."


william

25/12/2010

Parar de fumar
"Meu nome é William, tenho 18 anos. Começei a fumar com 12 anos so de brincadeira, não tragava, até que com o passar do tempo começei a tragar, e dentro de pouco tempo ja não passava um dia sem fumar. Foi muito dificil assumir pros meus pais que eu estava fumando, mas também não conseguia largar o cigarro, era algo que me dava prazer. Mas me enchi de coragem e falei pro meu pai assim:
- Pai tenho que te contar uma coisa eu to fumando.
Me lembro bem ele me olhou com bastante indignação, disse que lamentava e que faria mal a minha saude, e ao mesmo tempo admirou meu ato, disse que não me impediria de fumar, ja que ele também era fumante
Teve uma época que meus pais estavam brigando demais, acabaram se separando e sei lá, acho que essa pressão me fez fumar cada vez mais, fumava uns 2 maços por dia, tive de abandonar o time de futebol, ja não conseguia correr, ficava sem ar, e eu so tinha 15 anos.
Hoje em dia dei uma diminuida, fumo no máximo meio maço por dia, tenho tentado parar mas é bem dificil, mas estou na luta e creio que algum dia vou parar. Estou bastante encorajado e encorajo a você que lê essas simples linhas, a começar uma vida nova aonde seremos dependentes somente de uma vida saudavel.."


William: parabéns pela força de vontade, temos muitas dicas aqui no eufumo para quem quer parar. É muito mais fácil na sua idade, vale a pena se esforçar! - eufumo

julio cesar

08/12/2010

Mais respeito
"Estou chateado por essa lei que proibe fumar em restaurantes.
Eu faço as minhas contas e nao da para entender: em Brasil 10% da população fuma ou seja mal contados somos 19 milhões de pessoas consumindo em media 0,5 maços por dia, o que pode equivaler a 18 milhões de reais diarios que aportamos a economia.
Recentemente estive em Buenos Aires e o garção perguntou antes de entrar se algum de nos éramos fumantes. Aí ele levou a gente ate um espaço muito agradável com exaustor e tudo, e a gente comeu, bebeu e fumou a vontade, pela metade do preco que fazemos aqui no Rio de Janeiro.
Assim que voltei pro Rio no aeroporto fiquei do lado da lixeira fumando e pensei, caraca estamos deixando 6,5 bilhoes de reais por ano num pais que trata aos fumantes como lixo!
Mais respeito gente. Não querem sentir cheiro de fumaça, vão para McDonald a comer aqueles hamburguers com milkshake de Bob's"


Julio Cesar: segundo pesquisa do INCA (Instituto Nacional do Cancer) divulgada em matéria da Folha de São Paulo em agosto de 2010 ("Em 20 anos, número de fumantes caiu 45%") os brasileiros fumantes com mais de 18 anos são 18% da população... Ou seja, você pode quase dobrar seus cálculos! - eufumo

fernando cesar bragato

26/07/2010

Droga Lícita
"Raça, Religiao, Opçao sexual, e outros, ja criaram leis contra a descriminaçao, so nao entendo o fato de nos fumantes sermos descriminados pela propria sociedade que nos permite a comprar o cigarro. Nao sou culpado por fumar, a culpa e da propria sociedade, que ao invez de combater os meios, ficam na hipocrisia de opnar sobre a vida do proximo.
Eu nao uso drogas ilicitas, e nao fico perto de quem usa, pois sou do seguinte pensamento, os incomodados que se retirem. Se algum politico abraçar a causa dos fumantes ele sera eleito, o que defendo tambem nao a proliferacao do fumo, e sim o corte pela raiz, deixem de vender e parem de serem hipocritas, pois um bar que nao se deve fumar nao pode oferecer o produto.
Ja fui descriminado ate no meio da rua, por um cidadao que me xingou por estar fumando na calçada, me senti pessimo e constrangido, e nao tem nenhuma lei que me apoie, pois duvido que estes hipocritas iriam me defender...
Mais respeito gente. Não querem sentir cheiro de fumaça, vão para McDonald a comer aqueles hamburguers com milkshake de Bob's"


Fernando: não podemos nos sentir mal por estarmos cumprindo a lei - fumar em via pública. Eu já enfrentei até um segurança que queria me proibir de fumar sob a marquise do Aeroporto de Congonhas. Ando com a lei na bolsa para os que vem me incomodar. Acho que se todos nós fizéssemos coisas assim essa palhaçada de discrimicação melhorava, mas depende de nós. - eufumo

hector

10/06/2010

Orgulho Fumante?
"Gostei do 'simpatizante' na hora de preencher o cadastro, estamos, nós fumantes, parecidos com o movimento gay no início dos protestos. Isto é verdade à partir do fato, que durante minha navegação em blogs anti-tabagistas vi depoimentos abusurdos do tipo: eu tenho alguns amigos fumantes e eles são pessoas legais (qualquer semelhança é mera coincidencia)."

Muito bom, Hector! Pense nas pessoas que em entrevistas de emprego têm que esconder sua condição de fumante... embora proibido por lei porque o cigarro (ainda) é uma droga lícita. - eufumo

anônimo

15/10/2009

sobre a lei - intolerância
"Hoje presenciei uma cena horrivel quando estava no Shopping Eldorado em SP. Havia uma jovem fumando no estacionamento descoberto, longe de qualquer porta do shopping. Dois segurancas a abordaram como se ela fosse criminosa e começaram a discutir com ela, dizendo que ela nao podia fumar la. Ela ainda reinvidicou dizendo que estava ao ao livre, longe da porta, longe de toldos ou qualquer cobertura e o que o seguranca fez foi tratá-la mal e entregar um folder da lei anti fumo. No fim ele disse: "No meu plantao voca nao vai fumar aqui!
A INTOLERANCIA ESTA CADA DIA PIOR, ESTA DIFICIL ESTA HORRIVEL, NAO SEI ONDE ISSO IRA PARAR MEU MEDO E QUE A TIRANIA DO SERRA POSSA PARAR NA PRESIDENCIA.
Com pesames e tristeza termino esse relato"


antonio sérgio escodro

29/09/2009

sobre a lei - descaso e intolerância
"Ainda sou fumante, e apenas quero comentar alguns pontos que acredito importantes.
Antes, quero relembrar uma entrevista do Dr. Drauzio Varella divulgada no Programa do Jô, quando o Governador José Serra foi entrevistado. o Dr. Drauzio esclareceu que a nicotina é a pior dependência química, quando comparada com todas as demais dependências principalmente ilícitas.
Agora, em apoio à Lei, o Dr. Drauzio está divulgando mensagem nos meios televisivos, de que o fumante não precisa fumar, evidente que ele precisa enquanto não se livrar da dependência.
A medicina tem conhecimento de que eliminar a dependência também está associada a outros fatores, por exemplo, o grau de ansiedade, que para uma parcela da população é maior do que a 'normal', nesse caso sendo mais difícil ainda abandonar a dependência.
De qualquer forma, todo fumante é um doente dependente químico.
Quanto à Lei Anti Fumo que o Dr. Drauzio e muitos defendem com veemência, considero que o tratamento dado aos doentes dependentes da nicotina está sendo de completa intolerância, quando deveria ser de apoio, no sentido de dispor ao fumante métodos efetivos para auxiliá-lo a abandonar a dependência.
Atualmente existem remédios para auxílio, o mais comercializado e com os melhores resultados também tem custo altíssimo. Pelo que pude averiguar o SUS não fornece esse tipo de medicamento.
A USP está em fase de pesquisa comportamental com esse medicamento, exclusiva para mulheres ou homens com filhos entre 3 a 14 anos (não é o meu caso).
É público que na prática, sem auxílio médico, apenas 10% dos fumantes que tentam conseguem abandonar a dependência. Penso que é por isso que se diz que em países onde a Lei foi implantada houve redução de fumantes - nunca acima de 10%.
A intolerância a que me referi anteriormente, não está no fato de estarmos impedidos de fumar em locais públicos fechados, com a presença de não fumantes, o que concordo. Está no fato de só podermos fumar em locais totalmente abertos, no calor, no frio, na chuva, etc.
No Programa do Jô, questionado a respeito, o Governador José Serra esclareceu, por exemplo, que sob um toldo o fumo está liberado, sendo proibido somente em locais hermeticamente fechados; óbvio que não é o que a Lei diz, e nem o que os proprietários de estabelecimentos estão adotando. Claro que os proprietários não estão preocupados com a saúde dos fumantes ou dos não fumantes, como quer o Governador José Serra, simplesmente temem as altas multas e desgastes decorrentes. Conheço inclusive um estabelecimento onde está proibido fumar na calçada embaixo do beiral da casa (com cerca de 60 centímetros).
A opção de fumantes reunirem-se em locais apropriados, exclusivos, cobertos, com janelas abertas ou fechadas, é um direito constitucional. Afinal isso não seria um trauma para a sociedade, uma vez que, se eu estiver correto, em média apenas 30% da população fuma.
Finalizando, minha experiência pessoal mostra que, de fato, está havendo uma repulsa aos fumantes, ou segregação entre não fumantes e fumantes, que acredito provenientes de a Lei Anti Fumo em alguns pontos ser exagerada."


jorge jezierski

29/09/2009

sobre a lei - democracia?
"Não sou contra leis, mas a forma como são colocadas algumas de forma radical, atropelando totalmente a democracia. A versão tupiniquim de democracia diverge em muito do que realmente é, alguns talvez tenham aprendido no Chile como agir nazisticamente!
Enfim, não interferir nos condôminios, respeitar os fumódromos talvez com um laudo da cetesb para funcionamento (aqui criam-se dificuldades para se vender facilidades) e toda a regra da verdadeira democracia.
Respeitosamente, um fumante convicto e ininterrupto por 48 anos."


sergio neumayer

16/09/2009

Não quero incomodar ninguém
"Que fique bem claro; não quero incomodar ninguém. Em teatros, cinemas e reuniões, mantenho meu telefone celular desligado ou no modo silencioso. Não converso com a pessoa a meu lado e, se possível, evito até espirrar ou tossir. Se existe o risco de precisar sair antes do final, posiciono-me em lugar que permita a saída sem incomodar os outros. Sou assim; não quero incomodar ninguém
Da mesma forma, sempre procedi em relação ao meu hábito de fumar. Sou fumante há 45 (quarenta e cinco) anos. Independente de proibição, sempre me preocupou se a fumaça de meus cigarros, de alguma forma, incomodaria alguém. Para mim, nenhuma lei é necessária para determinar a conduta social requerida ou regulamentar o nível de educação indicado na convivência com outras pessoas. Pensar de outra forma, pela lógica, implicaria também em requerer leis que proibissem ou regulamentassem espirros, tosses, flatulência, uso de telefones celulares, volume de voz, excesso de bebida em locais públicos, utilização de perfumes, falta de desodorante, mau hálito e diversas outras coisas que podem incomodar.
Sou muito bem casado há 35 (trinta e cinco) anos. Minha mulher parou de fumar e meus 3 (três) filhos optaram por ser não-fumantes. Nenhuma lei foi necessária para que eu deixasse de fumar nos quartos. Ninguém precisou nem pedir para que eu evitasse fumar na sala com as janelas fechadas; questão de simples bom senso e educação.
Diversos governos de todo o mundo resolveram restringir o consumo de cigarros em determinados locais. Começaram por prédios do governo, terminais de transporte público e chegaram a estabelecimentos comerciais privados e condomínios. Epa! Alto lá! Sem dúvida os fumantes hoje são minoria na população de todos os países; mas será que governos efetivamente democráticos devem desrespeitar os desejos e anseios de minorias?
O que caracteriza um regime econômico de livre concorrência sempre foi, e sempre será, o atendimento aos anseios legítimos dos clientes. Qualidade de produto (ou serviço) e preços, sempre serão considerados na decisão dos consumidores. Por que não deixar que o mercado decida? Por que não permitir que o consumidor faça a opção se prefere freqüentar estabelecimentos onde o consumo de cigarros é admitido ou não? Por que não permitir que as companhias aéreas decidam se programarão vôos para fumantes ou não? O "Deus mercado" é rigoroso; sem dúvida punirá aqueles que fizerem opções estratégicas erradas - mas poderá recompensar os que focarem em uma demanda reprimida de fumantes que querem, livremente, exercer o seu direito de fumar enquanto comem, bebem, conversam com amigos, divertem-se e viajam. É inaceitável é a interferência do governo ao decidir, através de leis e regulamentações, aquilo que livres empreendedores, com riscos do próprio capital, podem fazer em seus estabelecimentos comerciais e veículos de transporte.
Não quero incomodar ninguém; respeito o direito que não-fumantes têm de não freqüentar os mesmos locais que eu ou preferirem não utilizar os mesmos veículos que uso para me locomover. Mas não entendo a razão de não permitir à iniciativa privada, por sua conta e risco, manter restaurantes, bares, boates, casas de show, sessões de teatro ou cinema, vôos e viagens de ônibus para fumantes. Tenho certeza que, com o desenvolvimento tecnológico atual, soluções técnicas serão aplicadas para criar condições satisfatórias, inclusive, para a existência de ambientes confortáveis e adequados para todos - fumantes e não-fumantes - sem a necessidade da interferência do Estado com a segregação de aproximadamente 20% (vinte por cento) da população adulta que optou por fumar."


cristine kusdra

11/09/2009

sobre a lei - justificativa para preconceito
"Fui à festa da Achiropita em São Paulo, capital na companhia de uma amiga empresária, dona de um salão de beleza onde presto serviços de drenagem linfática. Resolvemos parar numa lanchonete para tomar algo.
Como sou fumante, escolhemos um local com mesas do lado de fora, sem toldo, uma delas já ocupada por 3 rapazes que bebiam e fumavam tranquilamente.
Favor afastar 3 metros do bar porque aqui não é permitido fumar.
Ora, porque ele não disse o mesmo aos rapazes, que inclusive usavam cinzeiros da lanchonete?
A diferença é que nós duas somos transexuais. A demora em nos atender e a resposta do garçom usando a lei para nos afastar da casa mostra claramente como ela pode ser usada como justificativa para pratica de vários atos de preconceito e intolerância."


anônima

10/09/2009

sobre a lei - aos meus amigos de "infortunio"
"Quero pedir a atenção de todos quanto as nossas bitucas, pois o prefeito cortou a verba dos varredores de rua e programas como da Silvia Popovic já anunciou que nas chuvas de verão seremos culpados pelas enchentes em São Paulo.
Amigos de infortunio, por favor, vamos apagar nossas bitucas no poste e jogá-las no lixo pois as enchentes serão um prato cheio para os que já nos odeiam e nos consideram marginalizados.Divulguem isso..."


Bem lembrado anônima. O eufumo estimula as pessoas a usarem cinzeiros portáteis (vejam as nossas dicas de etiqueta). Devemos dar o exemplo pois o lixo é um grande problema no mundo todo - cada um cuidando do seu!

eu mesma

10/09/2009

sobre a lei - jogada política
"Acho inadimissível um disque denuncia, pois me sinto pior que um marginal. Tenho 53 anos, pessoa idônea, querida pelos amigos e parentes, sempre paguei todos meus impostos, minhas dívidas e procuro respeitar o próximo como a mim mesma. No entanto hoje me sinto excluida desta sociedade que tanto ajudei a construir. JAMAIS VOTAREI NOVAMENTE Isto tudo não passa de jogada política e quem como eu viveu a época da ditadura percebe que isto é uma forma sutil de voltarmos a repressão depois de tanta luta para viver numa sociedade livre.
Acho certo a proibição em locais fechados, mas na garagem ao "ar livre" como é no prédio onde moro há 25 anos e pago rigorosamente meu condominio em dia acho um absurdo. Se quiser fazer uma festa no salão, pago o aluguel, forneço comida, bebida e diversão aos meus convidados e não posso fumar nem em local aberto fora do salão isto é absurdo ou não?
Por que os fiscais não fazem batida na favela do Heliópolis ou na Naval pra saber se os bares lá dentro estão respeitando a lei? As delegacias estão novamente armando estratégias contra ameaças do PCC mas isso não importa muito, melhor é gastar milhões com propagandas contra nós e a favor de um novo preconceito surgindo mansamente no Brasil."


cecília rodrigues

10/09/2009

sobre a lei - velas e incensos
"Ué...se o problema é a fumaça do cigarro de nicotina que incomoda e faz mal à saúde dos outros...que volte à moda dos velhos cowboys MASCAR O FUMO! Mas ...cuidado!!! Se "fumaça" for o "grande vilão do pulmão alheio...prepare-se para a proibição de: incensos defumadores velas (e lógicamente veleiros) finalmente...churrasqueiras!!!"

nota: incensos também foram proibidos. Fornos de pizza e churrasqueiras ainda não, embora emitam muito mais gases tóxicos que os cigarros - eufumo

vladimir

10/09/2009

sobre a lei - seres de outro planeta
"Acho deprimente a opressão política para fins econômicos e pessoais dos regentes. Nós fumantes somos vítimas de propagandas e de uma cultura que nunca foi combatida pelo governo, pois o vício trás impostos. Sermos tratados como seres de outro planeta é no mínimo injusto. Outras drogas, como o Álcool, têm trazido mortes, separação de lares, estrupros, assasinatos, dentre outras mazelas, e os governantes não se preocupam em controlar, nem mesmo no trânsito. Porque tratar o fumante como um cruel participante da sociedade? Porque não desenvolver campanhas para ajudá-lo sair do vício? Será que se as companhias de cigarro patrocinassem uma candidatura haveria proibição? Creio que não está sendo dedicada a devida atenção ao caso e sim mais um truque eleitoral, infelizmente. Poderíamos processar o governo por permitir novelas, filmes e campanhas inaltecendo o tabagismo em nossa geração?"

beatriz alves

10/09/2009

sobre a lei - crianças e drogas
"Sou fumante e acho um absurdo que se queiram proibir as pessoas até de fumarem em locais abertos, até concordo que não se fumem em ambientes fechados mas não aceito de forma alguma que queiram tirar a minha liberdade de decisão do que quero ou não para a minha pessoa, existe tantas outras coisas para se preocupar neste mundo porque é que ninguém se preocupa com as crianças de rua por exemplo que vivem se drogando dia e noite, cheirando cola e ninguém vai se preocupar em resolver este problema, quem inventou esta lei contra o fumante deveria se preocupar mais com as drogas, vamos salvar as crianças de rua minha gente. Eles usam drogas, não é cigarro não.."

paulo ricardo tavares vaz

09/09/2009

A Proibição
"Desprezo qualquer espécie de proibição. Não creio na mais ínfima eficácia, seja lá em que local repouse seus objetivos. Na infância, a tentativa escancarada na educação pretendida pelos genitores não passa de uma imposição estranha por comportamentos e idéias pré-concebidas, que não guardam quaisquer requisitos com a formação de indivíduos probos, livres e pensadores. Os adultos são meras conseqüências de proibições e idiotices ditadas por legisladores escritos, falados ou qualquer outra estirpe, mas sempre se caracterizam como imposições, que de tamanha ineficácia moral (ou imoral), não permitem o raciocínio livre, o desfazimento das redes pesqueiras do pensamento.
Pois bem. Em uma republiqueta pré-salina, variadas proibições têm sido ditadas por mandatários pouco acostumados com a retidão de raciocínios, com as especificidades e simplicidades inerentes à liberdade. Consigo até perceber, nas ordens de vossas excelências, uma aura permissiva das verdades abrasivas judaico-cristãs. Nesta toada, permito-me algumas sugestões de novas proibições, visando à manutenção de nossa querida e desejada ordem social (moral).
Para chacoalhar a venda de produtos pirateados (ou falsos), proíba-se a fabricação dos originais.


  • Para combater as doenças sexualmente transmissíveis, proíba-se o ato sexual com mais de um parceiro, este devidamente pré-cadastrado no ministério da saúde.
  • Para extirpar os crimes sexuais na rede mundial de computadores, proíba-se, irrestritamente, o acesso a ela.
  • Para evitar os confrontos entre torcidas organizadas, proíba-se a realização de disputas esportivas.
  • Para viabilizar o livre trânsito de indivíduos por vias públicas, proíba-se a utilização de veículos motores.
  • Para zelar pela saúde dos indivíduos (e finanças dos governos), na busca por uma vida saudável, proíba-se a venda de refrigerantes, alimentos em conservas, com agrotóxicos, gorduras, e por aí vai.
  • Para deixar um ambiente sustentado, proíba-se viver as "benesses" (ao menos à população não dirigente) de um modo de vida amplamente desejado pelo capitalismo.
  • Para acomodar a economia mundial (longe de qualquer ameaça de nova crise), proíba-se quaisquer necessidades de prestação de contas pelos empresários (proibir o nascimento de pobres também seria eficaz).
  • Para desafogar o judiciário, proíba-se a entrada de novas ações por um período de vinte anos.
  • Para dizimar as ações relacionadas às relações de trabalho, proíba-se qualquer relação entre patrão e trabalhador que não seja no regime escravocrata.
  • Para acabar com a criminalidade, proíba-se o cidadão comum de ausentar-se de sua residência, em qualquer dia e horário. Para terminar com o tráfico de substâncias entorpecentes, proíba-se o uso da moeda corrente no país.
  • Para exterminar a imbecilidade humana, proíba-se seu nascimento.

Creio que a partir de tais proibições, devidamente amparadas por leis, teríamos um mundo mais humano, mais belo, mais igualitário, mais justo, mais libertário. Relativamente às defasagens aparentes e irremediavelmente concernentes à saúde pública, transporte público, segurança pública, cultura irrestrita, educação irrestrita, lazer irrestrito, liberdade, igualdade, justiça, verdade, livre trânsito de idéias e ideais, bem como às irremediáveis usurpações das finanças públicas, corrupção, intolerância generalizada, desigualdades extremas, podridão de um sistema e modo de vida falido, não se preocupe, tudo isso faz parte de um mundo que você não vive. Este mundo pertence unicamente aos pobres e miseráveis, aos ricos e milionários. Qualquer um deles sequer precisa de proibições, pois a própria vivência plena já lhes é proibida, ou lhes é plenamente permitida. Exatamente nesta ordem."

anônimo

09/09/2009

sobre a lei - a ira
"SE EU VER O SERRA NA RUA, EU MATO!!"

anônimo: explicar o que o fumante tem contra a lei é bem mais eficiente, pois mostra que essa lei ridícula não é um concenso como querem nos fazer acreditar! Poucos sabem o que essa lei faz - acham que só proibe fumar em ambiente fechado - veja o resultado da enquete! eufumo

sergio

09/09/2009

sobre a lei - transportes limpos
"Enquanto nossas cidades registram níveis inaceitáveis de monóxido de carbono emitidos pelos tubos dos escapamentos, sem falar em aldeídos e HPAs subprodutos da queima do combustível fóssil. Os últimos estudos do Dr. Saldiva, alertam que 15 pessoas morrem por dia por doenças respiratórias relacionadas à poluição automotiva, e mais, 8 horas de trabalho no centro de São Paulo equivalem a 5 cigarros por dia.
Eu prefiro que se gaste dinheiro público para implantar sistemas de transportes limpos."


gelde stocchero

31/08/2009

maratona, lesões e impostos
"Eu sou ginecologista e meu marido Ithamar Stocchero, cirurgião plastico foi fundador de um movimento pro direito do fumante. Somos contra a força do politicamente correto tomando conta das nossas vidas e tirando a logica das pessoas.
Minha posição é defender que não existe mundo em que os seres humanos sejam perfeitos e que qualidade de vida é algo maior que viver sem riscos. Eu posso achar um absurdo o dinheiro perdido na cidade de SP, em tratamentos de lesões ortopédicas causadas pela maratona que fechou ruas importantes da cidade. Muitos faltam ao trabalho pela ressaca pelo esforço fisico. Mas não vou levantar uma bandeira para mostrar quanto correr a maratona faz mal para a saude...O jormalismo politicamente correto vai me tachar de louca....E com razão....É um direito do cidadão se machucar fazendo esportes e eu pago meus impostos para isto tambem!!!"


augusto souza

04/08/2009

sobre a lei - liberdades individuais
"A lei do governador restringe a convivência social das pessoas ao não permitr que se fume em bares e restaurantes em locais separados e que não incomodam os não fumantes. A proposta dos bares era criar espaços fisicamente separados para fumantes não fumantes, não mais uma barreira imaginária, mas portas, vidros e paredes... colocando sistemas de exaustão da fumaça.
Acho que o governador foi radical demais ao não aceitar essa proposta - Será que para respeitar o direto de algúem é preciso retirar toalmente o direito do outro? Acho que o governador errou.
A lei do governador é totalitária, pois fere as liberdades indiduais. A liberdade não se perde em um só dia. O Estado nos tira pouco a pouco e quando percebemos somos tolhidos em nossos mais comezinhos direitos."


marcia tognini

22/07/2009

sobre a lei - somos adolescentes?
"Antes de mais nada, parabéns pelo site. Já escrevi antes e me sinto mesmo muito brava com esta atitude estremamente radical do sr. serra. Não sou uma adolescente para fumar escondido!!! 54 anos, avó, trabalhadora, poxa que mais posso fazer??? Tudo é proibido. Comer chocolates, poque engorda. Beber, porque não pode dirigir. Como ficamos, após um dia super cansativo, semana estressante, na saída do trabalho??? Acho que vou ter que trabalhar em casa, na informalidade e não gerar mais impostos..."

katia vieira alves

26/05/2009

sobre a lei - somos adolescentes?
"Só aqueles que podem sentir este prazer poderão entender a simples expressão: Eu fumo! Confesso que pode me causar alguns males, no entanto, o prazer supera o resto. Nem todos podem ter o privilégio de entender uma boa tragada, filar um cigarro quando o seu acaba, acender um cigarro em uma mesa de bar, bebendo um belo chopp, jogando conversa fora. Agora estou em dúvida...
Como posso eleger um presidente que quer me tirar o direito pleno de sentir prazer? Como posso?"


milena hannud

12/05/2009

péssimos pais
"Sempre recebi elogios de como criei minhas filhas.
Ser pai e mãe implica numa responsabilidade muito grande pelo poder que nos é atribuido.
Tenho visto, com uma frequência assustadora, violência psicológica e abuso de poder direto através de violência física.
Hoje me vejo numa posição pior do que qualquer progenitor cujas atitudes sempre condenei. Ser uma mãe fumante é a pior característica que se pode ter, pela ética anti-tabagista.
Não aceito e nunca aceitarei esta culpa que querem nos impingir. Para mim, ser boa mãe é algo muito diferente do que estão querendo nos fazer acreditar.
'Para mim, fumar dentro de num carro com uma criança é pior que lhe dar um tapa na cara' - legislador estadual de New York, 11/2007"


camila miranda

11/05/2009

patrulhamento
Imaginem a situação: uma pessoa cuja pele é extremamente clara alugando uma bicicleta no Parque Ibirapuera num domingo ensolarado. O dono das bicicletas recebe o dinheiro e diz, ao devolver o troco:
'Nossa! Você não pode ficar sem protetor solar, hein? Lembrou de passar?'
Isso acontece frequentemente com uma grande amiga minha. Isoladamente pode parecer apenas uma gentileza de um indivíduo atencioso. Mas para ela, que escuta isso com frequência, é uma intromissão de um desconhecido. O uso do protetor solar só diz respeito a ela mesma. Não é da conta de um estranho cobrar dela que tenha se lembrado de usá-lo.
Eu não possuo automóvel (é tanto uma opção financeira quanto ecológica), ando muito a pé e de ônibus e tenho o cuidado de jogar todas as minhas bitucas em lixeiras. Ao longo do meu percurso pessoas me abordam dizendo:
'Você tem que parar de fumar!'
São indivíduos parados nas calçadas, muitos com os quais sequer tenho contato direto. Se eu não estou poluíndo as calçadas ou jogando fumaça na cara de alguém, quem deu a estes desconhecidos o direito de me abordar e indagar sobre meus hábitos ou cuidados com a minha saúde? Isso é mesmo que eu me dar o direito de abordar proprietários de veículos com a frase:
'Automóveis poluem o meio ambiente - você deveria andar mais a pé ou de ônibus!'
Muito breve um gordinho comprando uma barra de chocolate na banca ouvirá do atencioso vendedor:
'Você tem que emagrecer, hein?'

 

Atenção: Os artigos do Eufumo não tem a intenção de fornecer recomendação médica, diagnóstico ou tratamento.