defendemos o fumante, não o fumo: 
quer parar de fumar ou reduzir?
 

pneumologia
dr. X / pneumologista

promovendo o bem estar

 

O órgão que mais sofre no organismo devido ao fumo de tabaco é sem dúvida o pulmão. Os pulmões levam sangue limpo e oxigenado para o coração, que o bombeia para o resto do corpo. Também funcionam para desintoxicar o organismo ao expelir dióxido de carbono.

 

As orientações abaixo podem ajudar a promover bem-estar, mas não reduzem os riscos das doenças pulmonares associadas ao fumo de tabaco. O fumante deve fazer regularmente exames e estar atento à tosse, rouquidão, presença de sangue no catarro, falta de ar e dor toráxica. Quanto antes forem detectadas as doenças pulmonares, maiores as chances de cura.


Muitas pessoas respiram superficialmente, usando apenas uma pequena porção da capacidade pulmonar. Isso deixa resíduos de dióxido de carbono na corrente sanguínea e induz à fadiga. Aprender a respirar corretamente pode fazer muito bem à saúde e pode ajudar bastante no processo de desintoxicação do organismo. Exercícios de respiração profunda promovem uma sensação de relaxamento e bem-estar e praticados com regularidade aumentam seu controle sobre a respiração. Outro bom exercício é encher balões, que ajuda a expandir a capacidade pulmonar.

 

Padrões respiratórios deficientes, toxinas ambientais, poluição, fumaça e poluentes industriais resultam num funcionamento debilitado dos pulmões. Sempre que possível, saia para lugares onde o ar é puro e limpo. Árvores e plantas, praia ou montanha, rios e riachos são todos fontes de ar rico em oxigênio.

 

Respiração superficial, fadiga, bronquite, tosse crônica, congestão, tosses sem motivo e dores no peito são sintomas de deficiência respiratória e funcionamento inadequado dos pulmões.

 

O muco é necessário para o funcionamento de um organismo saudável. Lubrifica os tecidos e ajuda a eliminar resíduos, é uma reação de defesa.

  • o excesso de muco causa congestionamento, que sobrecarrega a função de um pulmão saudável
  • reduzir alimentos que provocam a formação de excesso de muco ajuda a limpar os pulmões (derivados do leite, açúcar, farináceos)
  • a ingestão de frutas e verduras ajudam a descongestionar
  • água quente com limão podem reduzir a congestão

 

Os exercícios aumentam a demanda de oxigênio, estimulam a respiração profunda e ajudam a eliminar o dióxido de carbono. Eles também aumentam a capacidade de receber oxigênio e de eliminar dióxido de carbono. Se os pulmões não são usados regularmente na sua capacidade plena começam a perder a elasticidade. Mas evite exercício em áreas poluídas.

 

A natação em piscinas aquecidas é um bom exercício - o vapor facilita a respiração. Mas evite piscinas com cloro.