defendemos o fumante, não o fumo: 
quer parar de fumar ou reduzir?
 

notícias&artigos - 2011
etiqueta antitabagista por gloria kalil

Cada dia que passa, as pessoas ficam mais mal-educadas com os fumantes. Foi por este motivo que publicamos aqui uma matéria antiga escrita pela eternamente chic Glória Kalil, lembrando que para boas maneiras não há exceções...

 

Publicado no Editorial da Glória, no site CHIC, em 2009, Glória Kalil lembra a todos que exsite sim, uma etiqueta antitabagista.

 

"Este assunto ainda vai render muita fumaça. Vamos tentar nos portar com civilidade. Vocês sabem: ninguém é chic se não for civilizado."

Glória Kalil

 

Abaixo, o editorial completo e os conselhos da mais-que-especialista em boa educação.

 

Atenção: Os artigos do Eufumo não tem a intenção de fornecer recomendação médica, diagnóstico ou tratamento.

 

a matéria original


 

A nova etiqueta antitabagista

Chic - Gloria Kalil - Editorial da Glória 12.08.2009

 

Alô, Chics! Não vou discutir se a lei antifumo é boa ou não. Ela foi implantada e a gente vai ter que cumprir. No entanto, a decisão leva a uma grande mudança de comportamento, tanto no plano do público como no do privado, que está causando um monte de dúvidas. Vamos a elas:

 

Num date, por exemplo: o cara fuma e eu não. Se ele me deixar plantada na mesa para fumar um cigarrinho, eu posso achar ruim ou, ao contrário, devo me oferecer para aspirar fumaça com ele lá fora?

Daqui pra frente, o fumante que for convidar uma moça para sair vai ter que avisar antes que fuma e que vai ter que deixá-la sozinha na mesa por alguns minutos enquanto dá suas baforadas. Cabe a ela decidir se quer passar por esta situação ou se sai com ele para aspirar um pouco de fumaça na calçada. Ela é quem sabe se o date vale o sacrifício.

 

As pessoas estão indo para a calçada fumar acabam fazendo uma algazarra na madrugada (eu mesma estou tendo problemas para dormir por conta disso, pois na minha quadra há um singelo karaokê).

Compre bolotas de cera na farmácia e coloque nos ouvidos para dormir. Enquanto o ato de fumar não for crime, em algum lugar eles têm que poder ir! Uma (boa) ideia para os estabelecimentos: que tal contratar um segurança que dê tranquilidade aos fumantes para ficar na rua de madrugada e, ao mesmo tempo, mantenha os decibeis sob controle?

 

Agora que está amparado pela lei, um antitabagista tem o direito de botar o dedo na cara do fumante e mandá-lo sair de perto no restaurante?

Antitabagistas andam meio folgados porque sabem que são politicamente corretos. Isso, no entanto, não dá a eles direito nenhum de botar o dedo na cara de ninguém. Que chamem o garçom do lugar e peçam, com educação, que as providências sejam tomadas.

 

Odeio cigarro. Posso adaptar a lei antifumo na festinha que vou dar em casa?

Pode, mas é antipático. Melhor colocar alguns cinzeiros perto da janela ou num terraço e pedir aos amigos que fumam que se coloquem por ali. Os fumantes já estão acostumados a ser reprimidos e não vão ligar.

 

Como fazer para impedir que alguém fume no meu carro?

Como eu disse, hoje em dia os fumantes já estão acostumados a ser proibidos de baforar onde eles quiserem. Não gera mais uma grande indignação, de modo que você pode pedir que se abstenham - vão obedecer resignadamente.

 

Um grupo sai para um bar em noite de muito frio. Os fumantes vão querer sentar em parte aberta; os não-fumantes, em parte fechada. Alguém vai sair perdendo. Como escolher a mesa sem criar caso?

Joguem par ou impar ou dividam a turma!

 

Este assunto ainda vai render muita fumaça. Vamos tentar nos portar com civilidade. Vocês sabem: ninguém é chic se não for civilizado.

 

Beijos,

Glória Kalil

 

 

Endereço da página:

A nova etiqueta antitabagista