defendemos o fumante, não o fumo: 
quer parar de fumar ou reduzir?
 

notícias&artigos 2013
O câncer de pulmão não é mais apenas uma "doença de fumante".

18/07/2013

 

E todos esses anos em que os 10% que tiveram a doença foram simplesmente ignorados?

 

Os pacientes não fumantes que tem câncer de pulmão foram os mais prejudicados por essa política de culpar o cigarro por tudo. Pesquisas paradas, muito pouca coisa feita a respeito. Agora, este estudo pretende mudar as coisas.

 

 


a matéria original

 

O câncer de pulmão não é mais apenas uma "doença de fumante".

 

Daily Mail - 18 de Julho de 2013

  • Hoje, cerca de 20% dos portadores de câncer de pulmão são não-fumantes
  • O número de fumantes diminuiu, e as doenças relacionadas ao fumo também
  • Mas o número de não fumantes desenvolvendo o câncer significa que estatisticamente a proporção está aumentando
  • Possíveis causas: asbestos e poluição do ar

 

Dr. Harpal Kuma diz que apesar do número de fumantes estar diminuindo, o que leva a uma diminuição daqueles desenvolvendo a doença, ainda existem 6000 não fumantes desenvolvendo a doença.
As causas: exposição a asbestos e poluição do ar.

 

O Jornal The Telegraph diz que o Dr. Kumar, que falou no lançamento se um grande estudo sobre a doença, disse: "Não faz muito tempo dizíamos que 9 em 10 portadores da doença eram fumantes. Esse número passou para 8 em 10". "As pessoas tendem a dizer que é apenas uma doença de fumantes, mas estão erradas. É um problema grave, e que está crescendo globalmente."

 

Dr. Kumar continuou explicando que não houve avanços nos números de sobreviventes ao câncer de pulmão desde 1970 porque o diagnóstico geralmente é tardio.

 

No entanto, ontem, foi lançado um estudo de £14 milhões para rastrear as causas genéticas que causam o aumento dos tumores, e que faz com que sejam resistentes a medicação.

 

Espera-se que a pesquisa leve ao desenvolvimento de novos tratamentos pois observará a mutação dos tumores enquanto eles se desenvolvem.
Isso pode ser de grande ajuda pois uma das maiores barreiras para o desenvolvimento de um tratamento eficiente é o fato de que a evolução da doença significa que células dentro do mesmo tumor podem ser diferentes.

 

O professor Charlie Swanton, do instituto de pesquisa de câncer no Reino Unido do London Research Institute and University College London, que lidera o estudo, disse ao The Telegraph: "O sucesso no tratamento é muito pequeno, mas queremos mudar isso".

 

Pesquisa publicada no The Lancet Oncology revelou que a possibilidade de desenvolver a doença aumenta conforme tenha maior exposição a partículas de fuligem gerada por escapamento a diesel.

 

O câncer de pulmão é a maior causa de morte no Reino Unido (35000 pessoas em 2010). No mesmo ano, 42000 britânicos foram diagnosticados com a doença.

 

 

 

Endereço da página:

Lung cancer is no longer just a 'smokers' disease', claims leading doctor

 

Atenção: Os artigos do Eufumo não tem a intenção de fornecer recomendação médica, diagnóstico ou tratamento.