defendemos o fumante, não o fumo: 
quer parar de fumar ou reduzir?
 

notícias&artigos 2013
Poluição causa câncer de pulmão conclui a Organização Mundial da Saúde

17/10/2013

 

Não é por nada, mas pela quantidade de artigos publicados no EuFumo sobre poluição é possível ver que sempre achamos um engodo essa conversa de que fumantes matam não fumantes com os não-sei-quantos-mil-poluentes contidos na fumaça dos seus cigarros.

 

O termo "fumo passivo" foi sempre escrito assim, entre aspas. Denunciamos inclusive um estudo ridículo, feito pela própria OMS (Organização Mundial da Saúde), entitulado O engodo das "fumantes passivas" chinesas, onde desprezavam o fatos da maioria das mulheres no estudo passar o dia dentro de um ambiente fechado epostas a queima de combustível sólido, junto com suas crianças, cozinhando para a família.

 

Numa outra matéria, o EuFumo fala dos perigos das lareiras e fogões a lenha/carvão.

 

Agora a OMS tem a cara-de-pau de dizer que era sabido faz tempo que a poluição do ar causa câncer de pulmão. Porque então bateram na tecla durante anos a fio dizendo que a causa era o "fumo passivo"? E de suas milhares e não comprovadas mortes?

 

A coisa é toda tão bizarra que o mínimo que a população tem que fazer em relação a cada centavo dos nossos impostos gastos para propaganda da lucrativa Indústria Antifumo seja vigiado de perto.

 

E que comecemos a fazer uma pressão para reverter esta tendência insana para se gastar mais dinheiro em pesquisas sobre as doenças, ao invés de patrocinar estudos dignos de jogar no lixo a respeito dos males do "fumo passivo", usados para justificar a existência de ONGS, e outros picaretas que recebem mundos e fundos da indústria Farmacêutica para ajudar a vender seus caros e perigosos remédios para fumantes.

 

 


a matéria original

 

Poluição causa câncer de pulmão conclui a Organização Mundial da Saúde.

 

Daily Telegraph - 17 de outubro de 2013

 

Dados mais recentes sugerem que em 2010, a poluição do ar foi responsável pela morte de 223000 pacientes com cancer de pulmão no mundo

 

A poluição do ar foi relacionada como causa de câncer de pulmão por uma equipe da Organização Mundial de Saúde encarregada de identificar carcinogêneos ambientais.

 

O ar poluído com emissões de gases de escapamentos e emissões industriais, declarou, oficialmente, uma equipe da Organização Mundial da Saúde.
A poluição foi oficialmente classificada como carcinogênica para os humanos pelo braço relacionado com estudos sobre Câncer da OMS, após um review das mais recentes evidências pelo mundo.

 

A Agência Internacional de Pesquisa sobre Câncer (International Agency for Research on Cancer - IARC) também ressaltou uma conexão aparente entre poluição do ar e câncer na bexiga, embora os achados foram menos conclusivos.

 

Os níveis de poluição variam bastante entre áreas rurais e urbanas, mas os pesquisadores disseram ter aplicado suas descobertas em todos os lugares do mundo, e enviaram aviso para que os governos lidem com esse problema imediatamente.

 

Dr Kurt Straif, chefe do IAR Monographs Section, que identifica as causas ambientais de câncer, disse: "O ar que respiramos ficou poluído com uma mistura de substâncias cancerígenas. Sabemos agora que a poluição externa não é somente um risco para a saúde em geral, mas também uma das maiores causas de mortes por câncer."


Os últimos dados mostram que em 2010, a poluição do ar foi responsável pela morte de 223.000 pessoas com câncer de pulmão no mundo.

 

Os cientistas do IARC estudaram mais de 1000 trabalhos acadêmicos sobre poluição do ar, e separadamente, das pequenas partículas encontradas no ar poluido.

 

Eles descobriram que o risco de desenvolver câncer de pulmão aumenta na proporção do aumento dos níveis crescentes de ambos, concluindo-se pela primeira vez que a poluição do ar é uma das causas de câncer.

 

Prof. David Phillips, do King's College London, e parte da equipe, diz que não há um limite que determina quando a poluição fica perigosa. "Quanto maior o nível de poluição, maior o risco de câncer", explica. "Não acontece de repente, a partir de um determinado nível."

 

O programa já havia previamente classificado como cancerígenos uma série de elementos químicos e substâncias encontradas no ar poluido, como exaustão de diesel solventes, metais e pó.

 

Dr. Dana Loomis, vice-chefe da seção de monografias da IARC, explicou:

"Nossa tarefa foi avaliar o ar que todos respiram ao invés de focar em poluentes específicos.
Os resultados da revisão dos estudos apontam na mesma direção: o risco de desenvolver câncer de pulmão é significativamente maior em pessoas expostas à poluição do ar."

 

Apesar das descobertas não serem uma surpresa, elas provavelmmete vão aumentar a pressão nos governos mundo afora para lidar com a poluição, qu aumentou rapidamente durante a industrialização e

sempre foi considerada um risco para doenças pulmonares e cardíacas.


O trânsito, centrais elétricas, emissões industriais e agrícolas, cozinhar dentro de casa e aquecer as casas são a causa mais comum de poluição.

 

Dr. Christofer Wild, diretor do IARC, disse: "Classificar a poluição externa do ar como carcinogênica para os humanos é um passo importante. Existem métodos eficientes para diminuir a poluição e, dada a escala da exposição afetando pessoas no mundo todo, esse relatório deveria mandar um forte sinal para a comunidade internacional a tomar uma atitude imediatamente."

 

 

Endereço da página:

Air pollution causes cancer, WHO concludes

 

Atenção: Os artigos do Eufumo não tem a intenção de fornecer recomendação médica, diagnóstico ou tratamento.