defendemos o fumante, não o fumo: 
quer parar de fumar ou reduzir?
 

polêmica - ciência para imprensa
testes de níveis de cotinina no sangue e urina

A cotinina é um dos metabólico inofensivo, produzido pelo corpo ao ser exposto a plantas, dentre elas alimentos como tomate e batata. E nicotina também. Cada um metaboliza as coisas de formas diferentes e em velocidades diferentes, e há diferenças entre sexos e raças.

 

Alguns estudos mostram que uma porção de purê de batatas e 5 ou 6 horas dentro de um bar esfumaçados produzem a mesma quantidade de cotinina.


Os estudos "aprovados" pelos órgãos de saúde internacionais sempre mencionam os níveis de cotinina no sangue ou na urina como um índice de exposição aos componentes tóxicos da fumaça ambiental de tabaco.

 

Somando 2 + 2, o nível de cotinina pura não reflete a presença de componentes tóxicos no organismo, e não pode ser usado como indicador dos mesmos.

 

Os estudos que mediram de fato os componentes tóxicos da fumaça ambiental de tabaco no organismo foram "reprovados", descredenciados sob a alegação de terem sido realizados por profissionais ligados à indústria tabagista, pois nenhum acusou níveis significativos de presença de componentes nocivos no organismo.

 

Ao mesmo tempo, os órgãos de saúde nunca apresentaram sequer um estudo medindo as toxinas, nem mesmo para demonstrar que as pesquisas "reprovadas" estavam erradas.

 

OBS. Em São Paulo os primeiros testes com fumômetros confirmaram os resultados do Oak Ridge Laboratories (um dos estudos "reprovados").

Na matéria "Fumômetros e Monoxímetros, que resultados são estes?", a medição do garçom não fumante deu 3ppm (o limite aceitável é de 10ppm enquanto o de um fumante pesado fica entre 26 e 33ppm). Foi realizado pelos fiscais da lei antifumo ainda em campanha educativa (enquanto ainda era permitido fumar).

 

fonte: "Relevance of Nicotine Content of Common Vegetables to the Identification of Passive Tobacco Smokers,: Domino et al, Med Sci Res, 1993, 21;

 

similarly New Eng Jnl Med, August, 1993 "Misclassification of Smoking Status," Nyberg et al, Epidemiology, May 1997 "Nicotine Metabolism Variables," Ahijevych et al, Agency for Health Care Policy & Research.

 

Atenção: Os artigos do Eufumo não tem a intenção de fornecer recomendação médica, diagnóstico ou tratamento.