defendemos o fumante, não o fumo: 
quer parar de fumar ou reduzir?
 

polêmica - ciência para imprensa
pesquisa de glasgow

"O estudo mostra que houve maior declínio nas internações por ataques cardíacos em funcionários de bares após a proibição de fumo nesses locais. No entanto, o estudo usa uma fonte de dados para resultados anteriores à proibição, e uma fonte diferente para os dados após a proibição.

 

ataques cardíacos de 2006-2007 - fonte: 9 hospitais.

ataques cardíacos de 1996-2006 - fonte: Serviço de Saúde da Escócia.

 

Usando a mesma fonte de dados (os 9 hospitais):

2006-2007: declínio de 8% (após a proibição de fumo em bares)

2005-2006: declínio de 4,2%

2003-2004: declínio de 4,6% De 1999-2000: declínio de 10,2%

 

A necessidade de obter resultados a qualquer custo oculta um dado importante: o índice surpreendendemente alto do período de 1999-2000 (época onde não havia qualquer restrição ao fumo)."

 

 

pesquisa de glasgow atualização

 

Os dados de 2008 mostram que as internações por problemas cardíacos AUMENTARAM em 7,8%.

Não estranhem se não acharem nada sobre isso no Google... (os dados são da Divisão dos Serviços de Informação da Escócia - ISD Scotland)

 

Dr. Michael Siegel critica de forma contumaz o que chama de "Ciência para a Mídia". No seu blog, analisa os estudos publicados pela imprensa sensacionalista, a maioria pontuada por erros.

 

Atenção: Os artigos do Eufumo não tem a intenção de fornecer recomendação médica, diagnóstico ou tratamento.

 

Para saber mais sobre o Dr. Michael Siegel:

blog: The Rest of the Story

site: Tobacco Control Integrity